Blog

Home/Administração | Finanças/Vença os desafios de gestão de uma empresa madura

Vença os desafios de gestão de uma empresa madura

Entre 3 e 5 anos após a constituição, as empresas passam por uma fase chamada “a hora da verdade”. O investimento inicial já se pagou, a empresa começa a crescer e possui com isso, clientes, caixa e boas expectativas.

Mas longe de achar que está tudo bem, muitas empresas nesta situação não vingam. Isso porque é nessa hora que o empreendedor deve vencer os novos desafios com soluções que contradizem as utilizadas nos períodos iniciais.

Quer saber quais são esses desafios e ficar preparado para eles? Continue lendo este artigo.

Contratar pessoal especialista

Durante a fase de crescimento da empresa, as pessoas linha de frente que você contratou eram multifuncionais, possuíam diversos conhecimentos e faziam e aconteciam.

Essas pessoas tiveram total importância em uma fase que a empresa era pequena e não justificava ter um responsável especialista, como por exemplo, ter um colaborador exclusivo para cuidar do Marketing.

A partir do momento que a empresa cresce, para vencer os novos desafios é necessário pessoal especializado nas áreas para dar conta do aumento da complexidade.

Essa mudança muitas vezes causam uma confusão no empreendedor acostumado a selecionar generalistas. É preciso ir além, provocar a mudança na seleção do pessoal e cuidar para que não existam conflitos entre os antigos colaboradores generalistas com os novos especialistas.

Recomendamos para você:  O que é Scrum e como ele pode tornar sua empresa mais eficiente

Criar uma estrutura de gestão da empresa

Continuando a falar sobre pessoas, no início a empresa parece não ter hierarquia, todos os colaboradores possuem o senso de responsabilidade sem igual e o crescimento acontece.

Com o amadurecimento da empresa, se faz necessário criar uma estrutura de gestão para garantir que a empresa continue crescendo com eficiência.

Esse é um dos principais pontos de problemas no desenvolvimento dos negócios, pois o empreendedor, que muitas vezes toma todas as decisões de forma centralizada e não vê necessidade de criar uma estrutura para tal.

Acontece que com o crescimento é impossível gerenciar toda as atividades e esse gargalo pode impedir o fluxo de informação e decisão na empresa. É difícil manter uma empresa toda comprometida quando não há diretrizes e processos administrativos.

Realizar e executar o planejamento

No artigo “Estratégia: Saiba porque não basta executar com perfeição“, discutimos o quanto somente executar com perfeição não leva adiante o crescimento da empresa, é preciso um planejamento que vise isso e incluir a execução na estratégia.

Ocorre que durante as fases iniciais, a visão de onde se pretende chegar é muito clara e a improvisação do empreendedor é o que leva o sonho adiante.

Mas o crescimento vem e como pudemos observar em diversos casos, a centralização das decisões pode impedir o avanço da empresa, a mesma coisa acontece com a visão de futuro da empresa, é preciso ter um planejamento estratégico eficiente, que comunique a todos para onde a empresa vai e como ela chegará lá.

Recomendamos para você:  7 medidas práticas para a entrada de investidor ou a venda da empresa (siga e não irá se arrepender!)

Manter a Cultura da Empresa

Manter a cultura em uma empresa em expansão é um grande desafio. Tenho certeza que a cultura do empreendedor foi essencial para se chegar onde a empresa está e perder essas características pode tornar o empreendimento sem sentido.

As grandes corporações fazem enormes esforços para manter a Cultura da Empresa. Gosto de usar um exemplo bem sucedido de manutenção da cultura dos fundadores, o da Natura, aonde os valores do Bem Estar Bem e da Sustentabilidade estão até hoje incutidos na forma de fazer negócio e isso se tornou uma grande vantagem competitiva.

Mas como ela conseguiu manter a cultura? Primeiro tendo bem claro quais são os pontos essenciais e depois mudar os processos para atrair colaboradores e fornecedores com esses traços, desta forma não é preciso gastar fundos e investir com treinamentos e encontros de alinhamento.

Um outro exemplo de empresa bem-sucedida neste ponto é a Zappos, onde o seu pessoal tem um mês de treinamento intensivo na arte de atender bem antes de começar a trabalhar, pense nisso!

Garantir que seus fornecedores contribuam com o crescimento

Ter fornecedores comprometidos e que ajudem o seu crescimento pode fazer uma grande diferença no amadurecimento da empresa.

Como exemplo vou usar o mercado de Contabilidade. Ter a sua área Contábil e Fiscal terceirizada com um Escritório comprometido e com profissionais que entendam de Gestão pode ajudar no seu crescimento, pois além de cuidarem da sua operação,  o fornecedor pode apoiar nas questões relacionadas a gestão e aos negócios.

Recomendamos para você:  Como se manter regularizado como profissional autônomo ou profissional liberal

Outro ponto a observar é se o fornecedores tem um preocupação em evoluir processos e em investir no desenvolvimento de novos produtos, você poderá ser beneficiado com essas inovações..

Como pode observar, no amadurecimento da empresa, a centralização que funcionou tão bem quando a empresa era menor, pode tornar a operação complicada com prejuízo ao desempenho e a eficiência.

Algumas medidas devem ser tomadas, estas são contrarias as soluções que fizeram a empresa chegam até a sua posição atual, portanto o empreendedor deve perceber o momento certo para evitar que a empresa deixe de continuar crescendo de acordo com todo o seu potencial.

E você conhece algum exemplo de empresa que amadureceu e continuou crescendo de forma vigorosa? Inclua seu case nos comentários do artigo.

Written by

Contadora, pós graduada em Marketing com especialização em Gestão de Projetos. É sócia proprietária da Capital Social Contabilidade e Gestão. Website: www.capitalsocial.cnt.br