Category : Marketing | Vendas

Home/Archive by Category "Marketing | Vendas"

10 elementos que não podem faltar no seu plano de negócios

Um empreendedor preparado para os desafios do mercado é aquele que elabora um plano de negócios minucioso e realista. Esse documento serve tanto para o próprio empreendimento, como norteador das atividades da empresa; quanto para eventuais colaboradores externos (investidores, parceiros comerciais, etc).

Assim, a composição de um plano de negócios tem como elementos essenciais a missão da empresa, suas estratégias de marketing e controle financeiro, um planejamento tributário adequado às demandas do negócio, bem como as ideias de crescimento para o futuro, entre outros.

Quer saber um pouco mais sobre esses elementos essenciais para a montagem de um plano de negócios? Confira nossa lista:

Continue Reading –

Entenda como abrir um e-commerce e expandir seus negócios

Por que expandir seus negócios com e-commerce

Basta passar os olhos sobre o gráfico do eBit que registra a evolução do comércio eletrônico no Brasil nos últimos 15 anos para termos uma ideia da importância que a internet adquiriu para as transações comerciais de todos os tipos. Enquanto em 2001 pouco mais de R$500 milhões foram negociados via e-commerce, a previsão é de que em 2015 R$43 bilhões tenham fluído em transações efetuadas via web até o final do ano.

Os números deixam claro que criar uma loja online tornou-se uma possibilidade bastante atraente, mesmo nesta época conturbada e que pode ser uma alternativa para quem deseja expandir os negócios. Contudo, antes de partir para a ampliação da empresa por meio do e-commerce, como em qualquer outro negócio, o empreendedor deve buscar o conhecimento sobre todos os detalhes que envolvem o comércio na internet e fazer um planejamento cuidadoso sobre como cada um deles será tratado.

Para ajudar você nesse sentido, criamos este artigo sobre como abrir um e-commerce. Confira!

Continue Reading –

7 dicas para expandir o seu negócio

Antes de você abrir seu negócio, provavelmente você fez muita pesquisa e estudou o mercado de maneira generosa, pensando em como seria a melhor maneira de garantir o bom funcionamento de seu empreendimento.

Agora que já está tocando seu negócio, é o momento de pensar em caminhos para expandi-lo. Se você tem dúvidas sobre quais estratégias serão mais benéficas para o crescimento de seu negócio, fique por dentro de algumas dicas interessantes que preparamos para você!

Faça uma parceria de mercado

Alinhar seu negócio com outra empresa pode ser um modo poderoso de crescer rapidamente, porque terá acesso à base de clientes do parceiro e oferecerá alguma vantagem comercial de alta relevância para seu público.

É a chance de potencializar alguns de seus pontos fracos e de aproveitar as virtudes da outra organização, para que ambas saiam ganhando.

Para encontrar uma boa parceria ao seu negócio é necessário identificar quais são itens complementares aqueles que você oferece, ou aqueles que os seus consumidores tenham interesse.

É necessário ter alguma sinergia para fazer sentido para o consumidor, pois assim, além de elevar as vendas é possível fidelizar o público.

Antes de fechar o acordo de parceria é verifique se a empresa parceira é idônea e possui os mesmos princípios éticos de sua empresa. Outra questão a ser verificada é se ela possui capacidade produtiva para atender corretamente as vendas realizadas, afinal não queremos que uma ação mal planejada possa interferir de forma negativa no seu negócio.

Desenvolva um sistema de franquia

Dependendo da atividade que você desempenha no mercado, pode ser interessante apostar no franchising como veículo de expansão de sua marca. O franqueado assume o risco de criar o empreendimento, recebendo em troca o treinamento e o modelo de trabalho desenvolvidos por você.

O primeiro passo para Franquear o seu negócio é realizar uma análise da situação legal e interna da sua empresa. Iniciar um processo de expansão por franquias requer uma análise detalhada e um planejamento estratégico apurado.

Buscar informações sobre o funcionamento do sistema de franchising, suas leis e casos de sucesso são essenciais, uma boa fonte de informação é o site da Associação Brasileira de Franchising.

Outras informações importantes para considerar no Plano de Negócios de uma Franquia é o seu posicionamento no mercado, valor da marca, fatores de diferenciação, modelo de negócios e a concorrência. Isso contribuirá para entender os fatores de alavancagem do negócio e o quanto é possível proteger as suas vantagens competitivas.

Feito tudo isso, será possível desenvolver o modus operandi da empresa, ou seja, o formato de sua operação e gestão, garantindo a padronização e qualidade dos seus produtos e serviços para o consumidor final.

É altamente recomendado no caso de trilhar pelos rumos de franquear um negócio, solicitar a ajuda de um Consultor, assim a atividade será conduzida de forma mais rápida e simples e você poderá observar o quanto antes a expansão do seu negócio.

Licencie sua marca

Você possui uma marca bem reconhecida no mercado, e acha que o investimento em Franquear o seu negócio não vale a pena? Uma opção é licenciar a sua marca para outras empresas.

Você não terá custos extras, haverá poucos riscos, e os associados lhe pagarão royalties pelas vendas que fizerem. No licenciamento você concede direito de uso sobre a marca, mas não transfere o conhecimento (know how).

Isso acaba por se tornar mais simples e mais rápido o processo, além de exigir um investimento menor, tanto para você como para aquele que irá utilizar a marca e é uma boa forma de expansão.

Esse mercado ainda é pouco explorado, e para o licenciado fica a vantagem de ter o processo de venda de produtos e serviços facilitados, já que ele pode usar uma marca reconhecida ao invés de iniciar o zero.

A grande barreira é o desconhecido desta ferramenta, em uma pesquisa realizada recentemente constatou que somente 0,1% das empresas que poderiam utilizar o licenciamento conhece com detalhes o seu processo.

Atenção! Acha que o licenciamento cabe no seu negócio, saiba que para licenciar sua marca é necessário que ela tenha registro no INPI ou que esteja em processo.

Diversifique sua linha de produtos ou serviços

A diversificação feita com produtos ou serviços complementares é uma excelente estratégia de crescimento, uma vez que permite que você tenha múltiplos fluxos de renda, que muitas vezes podem preencher vazios sazonais e, é claro, aumentar as vendas e margens de lucro. É possível ainda atingir outros mercados com este tipo de ampliação.

Embora excelente, é necessário adotar a estratégia no momento adequado da empresa, pois requer muita maturidade para que os novos produtos e serviços não interfiram na rentabilidade e lucratividade dos negócios atuais.

A consolidação do negócio atual e o conhecimento do mercado é que irá criar naturalmente as oportunidades para a diversificação. É claro, existem negócios aonde a diversificação é questão de sobrevivência, mas não uma regra, um exemplo são empresas que trabalham como produtos sazonais como sorveterias.

Outro ponto para o sucesso da estratégia é diversificar dentro do mesmo segmento, isso ajuda a diminuir os riscos de elevação dos custos e desconhecimento do mercado.

Manter um bom planejamento financeiro, analisando os resultados dos negócios é essencial para que a estratégia de diversificação tenha sucesso, é necessário reconhecer rapidamente quando um negócio não dá certo para não contaminar a lucratividade dos demais.

Compre outra empresa

A fusão ou aquisição de uma empresa concorrente é uma opção para expandir a sua empresa. É claro, é necessário cuidado e analise para encontrar uma empresa com sinergia.

Uma fusão ou aquisição pode se tornar um problema de não houver benefícios de economia de escala nos produtos e serviços.

Por isso esse pode ser um caminho com grandes riscos estratégicos para empresas de pequeno porte, por consequência da quantidade de tempo, dinheiro e das complexidades jurídicas geralmente envolvidas na aquisição de outra empresa.

Na avaliação do negócio, avalie o tempo de adaptação das equipes à nova cultura e modos de trabalho implantados. Mas se a coisa for feita com êxito, pode garantir a entrada em novos mercados e um crescimento acelerado.

Tenha presença na internet

Muito mais do que ter uma página corporativa nas redes sociais ou um blog, a expansão real de seu negócio pode ser feita com a oferta de seus produtos e serviços em um site. Esta é uma forma de manter o relacionamento com seus clientes que estão no ambiente virtual, mas também de ficar conhecido por um público cativo desses canais.

Essa forma de crescer também é considerada mais barata e rápida do que aumentar sua presença no mercado de forma física. É preciso ter um bom planejamento, mas em geral é mais fácil ser encontrado e demonstrar ao seu público alvo as características do seu produto e serviço e demonstrar como você pode resolver o problema do consumidor.

Utilizar as redes sociais também ajuda em muito na divulgação do seu negócio, fazendo as vezes do que conhecemos como o “boca a boca”, é claro de forma muito mais rápida.

Saiba mais sobre e-commerce no post Entenda como abrir um e-commerce e expandir seus negócios.

Organize suas finanças

O primeiro passo a dar, antes de qualquer decisão de investimento, é entender a fundo como está a saúde financeira de sua empresa.

Tendo um plano que inclua as informações financeiras de seu negócio criteriosamente detalhadas, você será capaz de identificar quais as melhores oportunidades de aplicações de recursos, em que áreas é preciso investir mais e saber como estão os setores de sua organização diante do cenário atual.

Todas as estratégias possuem um risco, portanto organizar e controlar as finanças é um caminho fácil para entender o quanto errou ou acertou em sua estratégia e pode evitar surpresas desagradáveis.

Decidiu expandir, vale a pena falar com o seu contador, pois ele é o seu consultor mais próximo, e conhece os pontos fortes e fracos do seu negócio.

Você já identificou o que é necessário e mais adequado para sua situação atual? O que está disposto a fazer para expandir seu negócio? Compartilhe a sua opinião e experiências com a gente através dos comentários!

Autodiagnóstico – Área de Vendas

Neste autodiagnóstico da área de vendas você poderá:

  • Avaliar a gestão da área de vendas de sua empresa
  • Avaliar 4 temas: Planejamento e Expectativa de Vendas, Processo de Venda, Relatórios, Análise de Desempenho, Forma e Pagamento de Comissões.
  • São 14 questões baseado nas boas práticas de gestão de vendas.
  • Fazer um plano de ação com as questões de baixo desempenho.
  • Interativo, ótimo para responder junto com a equipe da Empresa.

 

 

Como fazer a minha empresa lucrar mais?

Qual empresário não deseja encontrar aquela estratégia para que seu negócio seja mais rentável? Todos têm este desejo, não é mesmo? Mas entre aqueles que querem e os que conseguem, há um abismo imenso. E isso porque encontrar tal solução é impossível? Não, não é mesmo! Mas então como fazer a minha empresa lucrar mais? A resposta e os caminhos para esta pergunta você encontrará lendo este post. Portanto, não perca tempo e confira já o que desenvolvemos para você!

Defina o preço do produto

Para conseguir definir adequadamente o preço dos produtos que você vende, será preciso conhecer o sistema tributário de sua empresa. Por meio dele você conseguirá encontrar os valores tendo como base as despesas para fornecer a mercadoria. E para conseguir ter todas as informações que você precisa, procure uma empresa especializada na prestação de serviços de contabilidade e apoio à gestão.

Feita esta descoberta, calcule todos os seus gastos. Em seguida, defina o que o mercado chama de formação da primeira categoria de preço, isto é, o valor do produto sem adição de nenhum tributo ou desconto. Adiante, pense no que seria o preço de tabela, que é aquele que será passado ao cliente. E por fim, encontre seu posicionamento no mercado e perceba quais são os valores agregados que você oferece, para poder embuti-los em seu preço final.

Divulgue sua empresa

Outra ação que pode ser feita para que você aumente seu lucro é atrair mais clientes através da busca por novas estratégias de divulgação de um negócio. Quando você as pratica, reforça a imagem que seus consumidores têm sobre seu produto, e gera conhecimento sobre a marca para aqueles que ainda não se relacionam com ela. Portanto, é possível ganhar duas vezes: com os novos e os potenciais clientes.

Em relação às ações de divulgação, existem várias possibilidades. Você só precisará encontrar aquelas que têm maior relação com seu público-alvo. E para isso, conte com o apoio de uma equipe de profissionais especializados em comunicação e marketing.

Elabore um plano de vendas

Sem planejamento, dificilmente você conseguirá gerar qualquer lucro. Para vender mais e melhor, você precisará ter objetivos claros sobre aonde você quer que a sua empresa chegue, e saber quais são os números que você precisará alcançar para ter os rendimentos satisfatórios.

Em seguida, analise a atual situação em que ela se encontra. Este olhar deverá ser direcionado tanto para o ambiente interno, quanto externo da organização. E quando estiver fazendo isso, faça um diagnóstico minucioso sobre seus concorrentes. Com eles, será possível aprender muito!

É preciso também conhecer bem o público que você almeja alcançar com sua atividade econômica. Ele será imprescindível no alinhamento entre divulgação, definição de preço, ponto de venda, produto, etc. A congruência entre todos estes quesitos será parcela fundamental de suas vendas.

E por último, estabeleça prazos. Com a definição de metas e o tempo para cumpri-las, seus esforços serão maiores e exatos.

Fazer com que sua empresa venda mais e, consequentemente, lucre mais, exige esforços, dedicação e atenção constantes a todo o cenário de mercado no qual ela está inserida. É preciso também que você, empreendedor, elabore bem o Balanço Patrimonial de sua empresa e saiba quais são os caminhos a serem percorridos, para que os profissionais adequados possam ser escolhidos para desempenhar com você as ações que permitirão a seu negócio ser, cada dia mais, rentável.

E você, já segue alguma dessas dicas no seu dia a dia? Tem alguma outra a acrescentar? Deixe um comentário e compartilhe conosco suas ideias!

 

Gestão e Práticas Administrativas: Como fidelizar meus clientes

O que é mais barato: manter clientes antigos ou correr atrás de novos? Seguindo a intuição, podemos cair no erro de acreditar que prospectar pode trazer muito mais vantagens do que fidelizar. Afinal de contas, quanto mais vendas forem realizadas, melhor para os negócios, certo?

Acontece que, em média, procurar clientes novos costuma sair cinco vezes mais caro do que criar alternativas para encantar e fidelizar a boa e velha freguesia.

O grande motivo? Além dos consumidores antigos fortalecerem a sua marca através do buzz marketing, o famoso boca a boca, eles costumam comprar mais frequentemente, estando também mais dispostos a experimentar quaisquer novidades que sejam oferecidas pela empresa.

Fidelizar clientes é como criar bases sólidas para o crescimento de qualquer organização, e deve ser uma das prioridades do marketing.

O que observamos, por outro lado, é que existe pouca mobilização no sentido de criar condições para a manutenção de uma clientela fixa. Muito comumente, entre as principais causas para a perda clientes, estão a indiferença no atendimento e as reclamações não atendidas.

Todos esses fatores podem ser controlados internamente, certo? É por isso que resolvemos abordar, nesse post, algumas das principais alternativas para que você fidelize seus clientes!

Continue Reading –

O que você precisa saber antes de expandir seu negócio para a web

Se você é um empresário de sucesso, que possui lojas físicas e está querendo expandir seu negócio, mas ainda não sabe como, este post foi feito para você! Um mercado que não para de crescer e que recebe bem qualquer tipo de segmento é a web. Investir em uma loja virtual é extremamente rentável, pois os custos são menores e a visibilidade muito maior. Se você gostou da ideia de ter uma e-commerce, fique por dentro de tudo o que você precisa saber sobre os impostos antes de expandir seu negócio para a web lendo o texto abaixo!

Continue Reading –

Atraia mais clientes com essas dicas de marketing

Com a grande competitividade existente entre as empresas no mercado atualmente, é necessário procurar formas de destacar o seu negócio. Propagandas, promoções, eventos e qualquer forma de divulgação são ferramentas poderosas para conseguir bons resultados.

Mas, antes de colocar qualquer estratégia em prática é preciso estruturar um plano de Marketing no qual as ações e os objetivos sejam muito bem definidos, assim como o valor que será investido e o resultado esperado.

Confira nosso post e atraia mais clientes para o seu negócio através do marketing, com as nossas dicas:

Continue Reading –

Como funciona a contabilidade de empresas da economia criativa?

Quem não conhece o setor acha que empresas da economia criativa não visam o lucro. Mas sabemos que isso é totalmente equivocado, já que, por mais “diferente” que seja o empreendimento, todos buscam ganhar dinheiro. E quando se fala em dinheiro, não dá pra deixar de lado a organização financeira.

Por isso, as empresas que fazem parte desse universo, em sua maioria formado por artistas, devem aprender a lidar com a contabilidade. Parece complicado, mas não é um bicho de sete cabeças.

Quem faz parte?

Economia criativa é toda aquela atividade que resulta em indivíduos exercitando a capacidade mental e a criatividade como seus principais recursos de produção. Seus processos resultam na criação de produtos e serviços. Um projeto de estabelecimento comercial desenvolvido por arquitetos ou uma campanha publicitária elaborada por uma agência de publicidade são exemplos de produtos de economia criativa.

Órgãos como Sebrae, Ministério da Cultura e Unesco colocam na área de abrangência da economia criativa os seguintes setores:

Arquitetura;
Expressões culturais (artesanato, arte e festa populares);
Artes visuais;
Audiovisual (cinema, televisão e publicidade);
Design;
Digital (games, aplicativos e startups);
Editoração;
Moda;
Música;
Comunicação (tv e rádio).

Por onde começar?

O primeiro passo para uma empresa de economia criativa começar é legalizar o negócio. Só assim é possível, por exemplo, participar de licitações públicas, emitir nota fiscal, buscar financiamentos e melhorar os resultados da empresa.

Se o empreendedor estiver enquadrado no MEI (Microempreendedor Individual) – com faturamento anual de até R$ 60 mil, é fácil trabalhar sozinho na contabilidade. Há o pagamento apenas do Simples Nacional (atualmente é R$ 39,90), mas é bom conhecer a legislação municipal para saber se existem outras cobranças.

Apesar da facilidade, o empresário deve controlar o que compra, vende e ganha. Mensalmente é preciso preencher um relatório das receitas do mês anterior e anexar ao documento as notas fiscais. O MEI só é obrigado a emitir nota fiscal a pessoas jurídicas.

E se minha empresa for maior?

Nesse caso, é imprescindível o auxílio de um escritório de contabilidade. Assim, o empreendedor criativo obtém informações dos tributos a serem pagos. Pesquise antes de escolher o contador para saber se ele já tem clientes na área e verifique se o escritório é afiliado a algum órgão de classe.

Documentos originais, como registro de firma individual ou contrato social, CNPJ, alvará de funcionamento, entre outros, devem ficar bem guardados. O escritório de contabilidade guarda uma cópia. Após o contador fazer os lançamentos, as notas fiscais, contas de água, luz e telefone, além de talões de vendas e guias de recolhimento de tributos devem ser devolvidos ao empresário.

Pra que serve tudo isso?

Uma boa gestão contábil mostra os custos, as despesas e também o rendimento de tudo o que foi investido. Tendo conhecimento desses dados, o empreendedor pode tomar decisões mais acertadas e direcionar novos investimentos para que seu negócio seja mais rentável.

Você quer saber mais sobre a gestão de uma empresa criativa? Escreva suas dúvidas para nós no e-mail contato@capitalsocial.cnt.br.