Conheça os segredos das organizações exponenciais

O que vai mudar no CFe-SAT e como isso afeta seu negocio
O que vai mudar com o CFe/SAT e como isso afeta seu negócio?
junho 24, 2015
empresa
Como manter bons colaboradores na sua empresa?
julho 7, 2015
Exibir tudo

Conheça os segredos das organizações exponenciais

organizações exponenciais

organizações exponenciais

Nos últimos anos observamos o surgimento de novas empresas que vem se mostrando mais eficiente, atraentes e rentáveis do que as antigas formas adotadas pelas organizações como as que conhecemos.

As chamadas organizações exponenciais vêm transformando o mercado atual e lançando uma luz sobre temas antes não debatidos, como a modernização de processos, o gerenciamento de equipes heterogêneas e a utilização inteligente da tecnologia.

Entenda os segredos por trás das organizações exponenciais e aprenda a identificar as oportunidades certas para acelerar o seu negócio:

O que são organizações exponenciais?

As organizações exponenciais, também conhecidas como ExOs (do inglês, Exponential Organizations), são novas empresas que adotaram uma forma diferente de fazer negócios e observaram um rápido crescimento em um curto período de tempo em comparação com seus pares do mesmo ramo econômico.

Estas empresas têm a capacidade de escalar o mercado cerca de 10 vezes mais rápido do que seus concorrentes, utilizando um pensamento moderno e reunindo os ingredientes certos para fazer acontecer.

Essa escalada abrupta chamou a atenção do mercado, principalmente em uma época em que a crise aflige a maioria das grandes organizações, e fez com que muitos empreendedores começassem a questionar a forma com que gerenciam seus negócios e como eles poderiam se tornar, também, ExOs de sucesso.

exo1
Se compararmos as 500 maiores empresas americanas tradicionais e as ExO, podemos verificar que elas levaram em média 20 anos para atingir o valor de mercado de USD 1 Bilhão, já as exponenciais têm conseguido em menor tempo esse feito, como exemplo o Google com 8 anos, o Facebook com quase 6 anos, o Uber e o Whatsapp com apenas 2 anos.

Uma pesquisa realizada por Salim Ismail, Michael Malone e Yuri Geest da Singulary University com essas empresas, a maior parte Startups, conseguiu identificar o que diferencia elas das demais, como elas tem aproveitado essa era da informação para mudar tudo aquilo que conhecíamos e tratávamos como verdade absoluta.

Esse texto foi escrito com os resultados e observações desta pesquisa que foram publicadas no livro “Exponential Organizations: Why new organizations are ten times better, faster, and cheaper than yours (and what to do about it)“. Recomendo a leitura, é um ótimo livro!

O que diverge na forma de pensamento das organizações exponenciais?

Vivemos em um mundo onde as organizações mais antigas e consolidadas utilizam sistemas lineares para gerenciamento de suas atividades.

Ainda há um apego muito grande à hierarquia, à centralização de poder e de conhecimento, e ao fechamento das estruturas corporativas em razão de uma cultura retrógrada, incorporada à realidade das organizações há mais de duzentos anos, quando o ideal das grandes corporações era uma economia de escala em um ambiente de relativa estabilidade econômica e social.

A mentalidade trazida pelas ExOs foge desses padrões arraigados e carrega um senso de não-linearidade, descentralização, transparência e inovação, fazendo com que as suas possibilidades de crescimento e sucesso sejam consideravelmente ampliadas no atual contexto socioeconômico.

Em tempos de crise, é essencial pensar fora da caixa.

O que é importante para uma ExO?

As principais organizações exponenciais do momento têm um ponto muito importante entre si: a utilização da tecnologia como aliada.

Empresas como o Google, Uber, Airbnb, Tumblr e Pinterest observaram que a rede mundial de computadores é a melhor forma de dar visibilidade para o seu negócio a custo relativamente baixo e que a comunidade de usuários e colaboradores é uma das principais formas de fortalecer sua base de negócios e expandir sua rede de atuação ao redor do mundo.

As ExOs são conhecidas por desenvolverem novas formas de lidar com velhas questões. Em outras palavras, inovação é um quesito chave para que se construa uma ExO de sucesso.

Inovação significa dar novos sentidos a velhos conceitos, imaginar novas alternativas e não ter medo de explorar o desconhecido.

O processo de aceleração dessas novas organizações acompanha o conceito dos 6 Ds: digitalização, dissimulação, disrupção, desmaterialização, desmonetização e democratização.

Recomendamos para você:  Quais são os tipos de metodologias para avaliação de empresas?

Esse conceito é inaplicável às grandes corporações estruturadas conforme um pensamento corporativo retrógrado, mas casa muito bem com a filosofia adaptável e transformadora das ExOs.

Características das Organizações Exponenciais

Em todas as ExOs pesquisadas foram encontrados um Proposito Transformador Massivo (PTM) e cerca de 10 atributos comuns, que puderam ser agrupados em elementos de criatividade (conhecido pelo acrônimo das iniciais em inglês SCALE) e elementos de controle (conhecido pelo acrônimo das iniciais em inglês IDEAS).

É importante mencionar que nessas empresas,nem sempre reuniam os 10 atributos, mas sim, apresentavam de forma consistente pelos menos 4 deles, vamos explorar estes atributos para entender melhor quais são e como podemos usar nos negócios atuais.

exo2

Propósito Transformador Massivo (PTM)

Você já deve ter ouvido aquele ditado que para ser grande, deve-se pensar grande, pois bem, é justamente isso que fazem as Organizações Exponenciais, elas pensam grande.

Em todas elas foram encontradas um Propósito Transformador Massivo, que nada mais é do que uma declaração de proposito da organização, e que quando olhamos pode soar exagerado, mas tem sido essencial na alavancagem dessas empresas, vamos a alguns exemplos;

  • Google: Organizar a informação do mundo
  • TED: Ideias que merecem ser espalhadas

Essas declarações são aspiracionais e elas movem toda a organização para impactar o ambiente externo. A ideia aqui é se eu vou impactar o mundo todo, não tem espaço para outro faze-lo, então os concorrentes estão sempre atrás.

Característica SCALE 1 – Staff on Demand

As empresas de rápido crescimento, precisam de muita velocidade e flexibilidade em suas operações, e para isso precisam contar com uma força de trabalho externa a ela trabalhando sob demanda e por projeto.

Cada vez mais manter uma equipe permanente está se tornando desnecessário e obsoleto.

Com o aumento das ferramentas de gestão de projetos e tarefas, é muito mais fácil utilizar equipes externas.
Isso eleva a produtividade das equipes e garantem que aqueles que atuam no projeto se tornem cada vez mais preocupados com a atualização do seu conhecimento.

A mudança aqui é também a forma do trabalho, cada vez mais as pessoas estão trabalhando por projeto.

Agora pense! Se qualquer pessoa conectada nos dias atuais pode ser um colaborador da empresa, então imagine o potencial coletivo dos mais de 2 bilhões de pessoas conectadas no mundo.

Muitas empresas estão aproveitando essa inteligência coletiva, promovendo concurso de projetos e de soluções, e desta forma conseguindo melhores resultado pois conseguem capturar ideias da coletividade.

A Natura é um exemplo de empresa brasileira que cada vez mais tem explorado os conceitos de inovação aberta e de utilização da inteligência coletiva.

Característica SCALE 2 – Comunidade e Multidão

Uma questão importante do desenvolvimento das organizações exponenciais, é provocar interações produtivas com a Comunidade que as cercam, ou seja, com seus usuários, fornecedores e parceiros e em um patamar maior a Multidão, que se refere a todos os outros públicos que não são da Comunidade..

Esse engajamento ajuda a fidelizar o público e promove crescimento. É a fonte ideal para validar ideias e agilizar a implementação de novos produtos.

Não é possível pensar em rápido crescimento se não houver a relação muito próxima com esses públicos.

Característica SCALE 3 – Algoritmos

Aqui falamos do Big Data. As organizações exponenciais sabem trabalhar dados e isso cria uma enorme vantagem competitiva comparada a outras empresas que trabalham com suposições.

Um exemplo é o Google, até um simples processo de contratação é definido através de um algoritmo e análise de dados.

Uma organização voltada aos dados possui o benefício dos 5 p’s: produtividade, prevenção, participação, personalização e previsão.

Característica SCALE 4 – Ativos Alavancados

Essa é a característica que mais gosto, pois permite qualquer um criar um negócio sem ter um investimento estrondoso.

No passado, para ser uma grande empresa, era necessário investir muito dinheiro em máquinas, instalações e equipamentos. Agora não, é preciso saber utilizar ativos já disponíveis.

Um exemplo é o Waze, que utiliza os smartphones de seus usuários para capturar informações do transito, sem que seja necessário instalar nenhum equipamento, essa característica fez o Waze rapidamente ultrapassar o Navteq, que se baseava na instalação de sensores físicos nas rodovias e estradas, e o impressionante é que não gastou nem um décimo do investimento da concorrente.

Recomendamos para você:  Documentos fiscais e trabalhistas: quais são os prazos de guarda?

Podemos perceber no tempo que após a criação do Amazon Web Services, surgiram uma série de Startups, pois isso facilitou qualquer empreendedor colocar uma solução no ar sem ter que contar com servidores físicos.

Pense nisso, não é preciso ter e investir muito para fazer a diferença.

Característica SCALE 5 – Engajamento

Sorteios, concursos, cupons e bônus são ferramentas de engajamento bastante antigas, mas nos tempos atuais a sua utilização tem sido massificada com ferramentas de gamificação das organizações exponenciais que cada vez mais atrai um público fiel.

Essas ferramentas também são utilizadas para transformar a Multidão que tratamos na característica 2 em comunidade, esta última rapidamente convertida em clientes.

As ExOs aproveitam muito essas oportunidades de engajamento e interação em seus negócios.

Característica IDEAS 1 – Interfaces

A primeira característica de Controle é a Interface, as ExOs construíram elementos de interfaces e processos para gerenciar os seus negócios sem os quais seriam quase impossíveis.

Para ajudar, vamos a um exemplo, o que seria da Iphone sem os Desenvolvedores de Aplicativos de sua comunidade? Pois bem, a Apple desenvolveu uma interface para gerenciar os aplicativos novos e a sua rede, aonde todo o ecossistema consegue ganhar e se desenvolver.

Vamos pensar agora no Waze, o que seria dele sem a utilização do usuário, ou ainda o Airbnb reunindo a oferta e a demanda do seu mercado.

Para citar um exemplo mais próximo temos o 99 taxis, organizando a interface entre usuários e profissionais taxistas.

Característica IDEAS 2 – Dashboards

Seria impensável todo esse crescimento sem um controle eficiente de processos, e é justamente isso que as ExOs fazem, controle dos principais dados do seu negócio, em tempo real, medindo e se adaptando rapidamente para atingir o objetivo.

A leitura correta dos KPIs e a flexibilidade para tomar ações rápidas fazem com que essas empresas persigam o crescimento sempre.

Uma ferramenta que vem sendo adotadas como método é o OKR (Objectives e Key Results). Essa é uma ferramenta simples, inventada na Intel e que foi levada para o Google em 1999.

Com ela, é possível acompanhar as metas individuais, da equipe e da empresa, de uma forma aberta e transparente, construídas com metas agressivas aonde o objetivo não é atingi-las em 100%, mas sim fazer o melhor e atingir o maior resultado possível.

Os ciclos de acompanhamento e feedback nesta ferramenta são curtos, cerca de 3 meses, ao contrário da maior parte das empresas aonde ele leva um ano, e isso de novo reforça a visão de flexibilidade e rapidez.

Existem Startups brasileiras de alto crescimento que também vem utilizando do método, entre as quais podemos destacar o Conta Azul e a Contentools.

Característica IDEAS 3 – Experimentação

Aqui, nesta característica temos a mudança no desenvolvimento tradicional dos produtos.

Na visão tradicional, somente nas etapas finais de desenvolvimento, o produto era testado por aqueles que seriam seus consumidores, portanto qualquer feedback mais significativo levaria a empresa a não conseguir levar a solução no mercado a tempo, ou os custos de mudança poderiam ser muito altos.

As ExOs trabalham de forma diferente esse desenvolvimento, a maior parte deste processo está sintetizado no Livro de Eric Ries, Startup Enxuta.

Nestas empresas assim que possuem um Produto Mínimo Viável, elas o colocam no mercado, para testar e evoluir conforme a necessidade dos usuários.

Isso garante uma economia estrondosa no desenvolvimento e elimina todo o desperdício, para essas empresas o produto está sempre em evolução atendendo a necessidade das pessoas.

Característica IDEAS 4 – Autonomia

Esse é um ponto interesse que pode ser o início de uma nova era no Trabalho como conhecemos. A Autonomia diz respeito ao fim da estrutura hierárquica.

Essas empresas têm provocado inovações na estrutura de trabalho, transformando o ambiente de trabalho numa estrutura horizontal, onde todos são pares.

A ideia de autonomia no trabalho tem ganhado atenção, reforçado por três características já detalhadas aqui, o Proposito Transformador Massivo, ou seja, todos sabem onde queremos chegar, o Equipe sob Demanda, com o trabalho por projeto que diz o que deve ser realizado, e os Dashboards, que diz o quanto queremos atingir, esses três elementos combinados são o motor desta mudança, trazendo a responsabilidade para o nível onde realmente é importante e que realiza o que deve ser feito.

Recomendamos para você:  Entenda como abrir um e-commerce e expandir seus negócios

Muitas empresas já experimentam não possuírem Gerencia de Supervisão, exemplos são o Valve Corp no setor de Games, o Morning Star Company do ramo de Agronegócio e o case mais famoso a Zappos.com onde os vendedores são o ponto principal de fidelização dos clientes e de construção da cultura da empresa.

Característica IDEAS 4 – Tecnologias Sociais

O último atributo é a utilização das Tecnologias Sociais, as Rede Sociais vêm transformando não só a forma como nos relacionamos com as pessoas, mas também como nos relacionamos com as empresas, e ambos tem ganhado muito com isto.

A opinião individual agora tem vez e voz, ela chega e afeta as operações das empresas tanto de forma positiva como de forma negativa.

A diferença é que as ExOs têm aproveitado muito bem essas interações e elevado em muito sua produtividade, a colaboração é um exemplo de utilização, os colaboradores mesmo distantes das equipes conseguem colaborar entre si através de ferramentas sociais, como a Rede Social Yamer, a colaboração de arquivo do DropBox e do GoogleDrive.

Isso torna o aprendizado mais rápido, isso facilita a combinação de conhecimento das equipes, isso faz o feedback da comunidade provocar a empresa.

Agora que já passamos por todas as características podemos compara-las as empresas tradicionais;

Empresas Tradicionais Organizações Exponenciais
Organização hierárquica Autonomia, tecnologias sociais
Resultados basicamente financeiros PTM, Dashboards
Pensamento sequencial e linear Experimentação, autonomia
Inovação de dentro Inovação aberta, comunidade, staff on demand, ativos alavancados
Planejamento como extrapolação do passado PTM
Intolerância ao Risco Experimentação
Processos Inflexíveis Experimentação e autonomia
Controle de Ativos Ativos Alavancados

 

Como criar uma organização exponencial?

Não há uma fórmula secreta para criar uma empresa e observar o seu crescimento repentino do dia para a noite, mas alguns pontos podem ser observados por aqueles empreendedores visionários que desejam tirar seus sonhos do papel e se tornar a próxima ExO de sucesso.

Abaixo seguem 10 passos sugeridos pelo estudo das Organizações Exponenciais para atingir resultados extraordinários

1 – Definir um Proposito Transformador Massivo

Esse é o principal passo, sem um PTM você não vai conseguir movimentar uma organização, ainda mais para uma direção não definida.

2 – Reúna uma Comunidade

Trocar experiências será muito importante, reúna essa comunidade, provoque atores que ajudarão na construção dessa empresa.

3 – Tenha uma equipe de Fundadores

Aqui são necessários de forma ótima quatro. Um visionário, um especialista em experiência do usuário (UX), um engenheiro e um financeiro. Essa equipe conseguirá levar a diante o empreendimento.

4 – Busque uma ideia inovadora

Nesta busca, selecione uma ideia para trabalhar que seja no mínimo 10 vezes melhor do que o estado atual, somente assim será possível criar um disrupção no mercado de atuação.

5 – Construa um modelo de negócio

Faça o seu Canvas considerando todos os elementos para um modelo de negócio.

6 – Descubra como ganhar dinheiro

Aqui, vale a pena revisar o modelo de negócio, pois ele precisa ter uma fonte de recursos.

7 – Construa um produto mínimo viável

Você deve usar para isso as ideais de Eric Ries de Startup Enxuta

8 – Valide seus canais de vendas e marketing

Se eles não forem testados e validados, muito provavelmente a empresa terá problemas para se rentabilizar

9 – Organize para que as funções críticas funcionem

Algumas funções críticas do negócio ocorrem fora da organização, cuide para que elas funcionem bem.

10 – Torne-se uma plataforma

Empresas bem-sucedidas, são plataformas, a exemplo de Apple, Google, Amazon, outras que não atingiram não são.

O resto dependerá de você, com muito estudo, comprometimento e interesse em abrir a mente para novas ideias, arriscar a pensar fora da caixa e investir tempo e conhecimento em criar uma organização exponencial de sucesso.

Esperamos que este texto tenha tocado você a criar a próxima organização exponencial, e queremos estar junto com você nestes desafios. Leia o livro e verifique muito mais sobre o assunto.

Leandro Oliveira
Leandro Oliveira
Leandro Oliveira é contabilista e economista formado pela PUCSP. Especialista em Finanças e Projetos Six Sigma, possui mais de 17 anos de experiência nas áreas de Finanças e Contabilidade.