Blog

Home/Regularidade | Obrigações/7 coisas que você precisa saber antes de se tornar um microempreendedor individual cadastrado

7 coisas que você precisa saber antes de se tornar um microempreendedor individual cadastrado

Todo mundo que trabalha por conta própria tem agora a oportunidade de formalizar o negócio e ter um monte de vantagens tributárias e até previdenciárias. Se você fatura até 60 mil reais por ano e gosta de empreender, então você poderá se legalizar como Microempreendedor Individual (MEI). Mas, o que se deve saber antes de se tornar um? Leia o post a seguir e anote algumas de nossas dicas!

Tenha um diferencial de mercado

Não basta só atuar em uma área de que gosta: você precisa também ter um diferencial para mostrar inovação e mais competitividade no mercado. Isso não quer dizer que você precisa necessariamente ter uma tecnologia ou um novo método de fazer seus serviços ou produtos — já é suficiente que você comprove a qualidade da sua atuação e tenha um atendimento de alto nível para que os clientes se tornem leais ao seu negócio.

Monte um plano de negócios

Mesmo que você já atue no segmento de mercado de maneira informal, vale a pena fazer um plano de negócios. É muito importante entender os riscos do seu negócio e as metas que você tem, quais as demandas de recursos que terá pela frente, além de visualizar eventuais erros que possa vir a cometer.

Recomendamos para você:  8 coisas que você precisa saber sobre emissão de notas fiscais

Tenha uma estratégia de marketing

A falta de recursos não pode ser desculpa para não se investir em marketing! Se você ainda não tem dinheiro suficiente para contratar pessoas especializadas nisso, você mesmo pode montar a sua estratégia! As redes sociais, por exemplo, são excelentes formas de divulgação. Avalie as suas necessidades com calma e elabore as melhores maneiras de divulgar seus produtos e serviços.

Pesquise quais bancos fazem os melhores empréstimos

A grande maioria das instituições financeiras oferece condições favoráveis de empréstimos para o Microempreendedor Individual. Esses empréstimos têm algumas vantagens, como, por exemplo, menores taxas de juros, o que significa uma dívida menor para quitar no fim de cada mês. Dessa maneira, se for necessário pegar empréstimos, pesquise bastante e tenha certeza de quais bancos proporcionam os melhores créditos para você.

Expanda sua rede de contatos

Para quê ficar rivalizando sem parar com seus concorrentes de mercado? É uma ideia melhor manter uma boa rede de contatos, estimulando parcerias de trabalho e colaborações diversas. É bom fazer networking com colegas de microempreendimento para ter com quem trocar figurinhas e até mesmo pedir ajuda, se for necessário.

Tenha o auxílio de um contador

É essencial ter um ótimo controle de sua gestão financeira. A princípio, o Microempreendedor Individual não precisa escriturar nenhum livro contábil. Porém, é interessante entender as entradas e saídas de seus recursos, além de ficar por dentro de quanto tem de capital de giro e de lucros. Com o auxílio de um escritório de contabilidade, o MEI poderá gerenciar melhor as contas e otimizar os processos internos, facilitando assim a sua concentração nas estratégias de seu negócio, aumentando as chances de ver seu microeempreendimento crescer.

Recomendamos para você:  7 motivos para abrir uma empresa no MEI e como formalizar seu negócio em apenas 15 minutos (com guia prático)

Pesquise notícias sobre o Microempreendedor Individual

Tanto antes quanto depois de se formalizar como MEI é muito importante que você sempre pesquise notícias sobre empreendedorismo, sobre o seu ramo de atividade e também sobre o Microempreendedor Individual — de modo a estar sempre atualizado, e, assim, cuidar melhor do seu negócio. Uma boa maneira de ficar sabendo das últimas notícias é através do Google Alert, que faz com que quem o ativa receba um feed de alertas por e-mail. E não se esqueça que também é essencial acompanhar os informes que saem no Portal do Empreendedor!

E então, você está empolgado para se formalizar como MEI? Que outras questões você tem a respeito disso? Comente agora mesmo e compartilhe suas ideias e dúvidas conosco!

Written by

Leandro Oliveira é contabilista e economista formado pela PUCSP. Especialista em Finanças e Projetos Six Sigma, possui mais de 17 anos de experiência nas áreas de Finanças e Contabilidade.