Blog

Home/Regularidade | Obrigações/8 coisas que você precisa saber sobre emissão de notas fiscais

8 coisas que você precisa saber sobre emissão de notas fiscais

A emissão de notas fiscais pode gerar muitas dúvidas ao empreendedor. Isso ocorre principalmente depois do recente processo de modernização pelo programa SPED.

Esse processo introduziu uma série de novos nomes para os empresários. Temos como exemplo a Nota Fiscal Eletrônica (NF-e), a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e), o SAT ECF, a Documento Auxiliar de Nota Fiscal Eletrônica (DANFe) e o arquivo XML.

Para sanar de uma vez por todas as dúvidas dos empreendedores, separamos neste artigo, 8 coisas que você precisa saber sobre a emissão de notas fiscais.

São pontos importantes relacionados a essa ferramenta essencial para a contabilidade da sua empresa. Confira!

1. O que é uma nota fiscal

Uma nota fiscal é um comprovante de que sua empresa realizou uma venda ou prestou algum serviço.

Esse comprovante é fundamental tanto para o cliente quanto para a sua empresa.

Para o seu cliente ele usará a Nota Fiscal para ter um registro da compra/serviço que recebeu. Poderá escriturar nos seus registros financeiros, obter créditos fiscais e suporte na assistência técnica.

Já para sua empresa, ela servirá como um registro da receita obtida e é essencial para apuração dos impostos decorrentes desta venda.

A emissão da Nota Fiscal é obrigatória segunda a legislação brasileira. Ela deve ocorrer sempre no momento da efetivação da operação, seja essa operação a venda de um produto ou uma prestação de serviços. (Lei 8.846/94 – Artigo 1º)

2. Quais tipos de nota fiscal existem

As empresas podem apresentar diversos tipos de nota fiscal de acordo com a sua atividade econômica.

Recomendamos para você:  Contabilidade: Documentos que eu tenho que enviar mensalmente para o contador

As mais comuns são as eletrônicas, tais como a NF-e, a NFC-e e o SAT ECF que está substituindo o Cupom Fiscal (ECF), a NFS-e e o CT-e.

Mesmo com as eletrônicas, ainda existem alguns casos que é permitido a utilização de Nota Fiscal no formato físico.

Um exemplo disto é a Nota Fiscal de Venda ao Consumidor, utilizada pelas empresas que não estão obrigadas ao NFC-e ou ao SAT. Em alguns municípios que ainda não implementaram a NFS-e a emissão também é por meio de nota fiscal de serviços no formato físico.

3. O que é uma nota fiscal eletrônica

As notas fiscais eletrônicas (NF-e) é a nota fiscal em formato eletrônico. Ela substitui a nota fiscal física impressa em papel. Todos os dados referentes a operação, como emissor e destinatário, impostos e produtos são transmitidas para a Secretaria da Fazenda e autorizadas para sua emissão.

Muita gente acha que a DANFe é a nota fiscal eletrônica, porém ela é a simples representação gráfica da NF-e. Vamos ver mais sobre isso logo abaixo.

4. O que é DANFe e arquivo XML

Estávamos falando logo acima que a DANFe é a representação gráfica da NF-e. É isso mesmo, a sua sigla representa o nome Documento Auxiliar de Nota Fiscal Eletrônica.

Ela serve de contingência para os casos aonde não é possível apresentar os dados da NF-e. Exemplo disto e em transporte, como o transportador precisa do documento ele leva consigo a DANFe. Como não tem valor fiscal não é obrigatória a sua guarda.

Já o arquivo XML, esse sim é um documento fiscal. Isso porque todas as informações da Nota Fiscal, inclusive as assinaturas eletrônicas estão armazenadas neste arquivo.

Por isso é obrigatória o seu armazenamento por pelo menos 5 anos. Se você não tem o arquivo xml de suas notas fiscais, é possível recuperar no Portal da Nota Fiscal eletrônica com o número da chave que está impressa na DANFe.

Recomendamos para você:  ECD: O que é, quem deve entregar e a importância da obrigação para a sua empresa (veja o que se atentar e os benefícios)

5. Porque eu preciso de um certificado digital

Quando pensamos em um Contrato com validade legal, logo vem à cabeça que ele precisa estar assinado, não é mesmo?

Isso ocorre também com as informações eletrônicas. Para atestar que foi a sua empresa que emitiu e concorda com os dados é preciso assinar.

A forma escolhida pelo governo brasileiro para isso é a utilização do Certificado Digital. Desde a introdução do SPED e da Nota Fiscal eletrônica é exigida a comprovação por esse instrumento.

Existem atualmente o modelo A1, que é o certificado em arquivo para computador, e os modelos A3, aonde esse arquivo é colocado em uma mídia física, como um cartão ou pen drive.

Antes de adquirir um certificado você precisa verificar se o sistema para emissão de notas que você utiliza aceita tanto o A1 como o A3. Existem sistemas que somente aceitam o A1, então é preciso ficar atento.

Nós da Capital Social para facilitar o atendimento aos nossos clientes temos uma parceria com emissora VALID que oferece 10% de desconto. Adquira seu certificado com este desconto através deste link.

6. Como fazer a emissão de notas fiscais

Se sua empresa for do ramo comercial ou industrial, você precisa de ter uma inscrição estadual. Essa inscrição normalmente é solicitada automaticamente quando faz o processo do CNPJ na Receita Federal.

Tendo a inscrição estadual, é preciso que você verifique se está obrigado a emitir notas fiscais eletrônicas ou não.

No caso de notas fiscais no formato físico, é preciso pedir autorização. Essa autorização se chama AIDF e através dela você procura uma gráfica habilitada para a impressão.

Já se você está obrigado a nota fiscal no formato eletrônico é preciso habilitar na SEFAZ e procurar um sistema que possa apoiar na emissão destes documentos.

Para ambos os casos, física e eletrônica a emissão de notas fiscais será através do preenchimento das informações da operação realizada.

Recomendamos para você:  7 motivos para abrir uma empresa no MEI e como formalizar seu negócio em apenas 15 minutos (com guia prático)

Em 2017 não estará disponível o emissor gratuito, por isso fique atento ao prazo e procure uma forma de fazer a emissão. Clientes da Capital Social contabilidade possuem uma opção de emissor disponibilizado gratuitamente.

Já se sua empresa é de serviços, a autorização ou a emissão eletrônica é feita pelo site da Prefeitura no município onde está estabelecido.

7. Por que emitir notas fiscais

Emitir notas fiscais é a prova de que sua empresa paga os tributos devidos ao governo da forma correta, o que gera confiança para os fornecedores e clientes do seu negócio.

Além disso, as notas fiscais são a base de toda a contabilidade da empresa, sendo essenciais para mantê-la em dia. Esse é um benefício não só para a sua empresa, mas também para terceiros interessados na sua contabilidade.

A emissão de notas fiscais é claramente obrigatória, fazendo com que as empresas que descumprirem essa regra possam ser enquadradas em vários pontos da legislação por crimes contra a ordem econômica e tributária.

8. A importância do contador nesse processo

O contador do seu negócio deve estar ciente de todos os dados gerados nos processos de compra, venda e prestação de serviços. Portanto, para orientar o empreendedor e cuidar da emissão das notas fiscais do seu negócio, é extremamente importante contar com uma assessoria contábil com tradição e confiabilidade no mercado.

E então, você ficou com alguma dúvida ou tem alguma sugestão sobre o assunto das notas fiscais? Escreva para nós através dos comentários! Acesse também Quais impostos uma empresa paga na emissão da NFe.

Written by

Contadora, pós graduada em Marketing com especialização em Gestão de Projetos. É sócia proprietária da Capital Social Contabilidade e Gestão. Website: www.capitalsocial.cnt.br

  • Fabiola Oliveira

    Boa tarde.
    Sou dona de um espaço em Porto Alegre, RS onde alugo salas para cabeleireiros, manicures, maquiadores e etc. Tenho uma dúvida, mesmo apenas só alugando o espaço para eles, eu como proprietária do espaço, preciso emitir nota fiscal?
    agradeço desde já.

  • Olá Fabiola, tudo bem?

    A locação de bens imóveis ou móveis não constitui uma prestação de serviços, mas disponibilização de um bem, seja ele imóvel ou móvel para utilização do locatário sem a prestação de um serviço.

    Desta forma, não há como emitir notas fiscais, exceto se a locação tiver um serviço embutido, como aqueles que são determinados pelos itens 3.03 e 3.05 da LC 116/2003, por exemplo e que está logo abaixo.

    3.03 – Exploração de salões de festas, centro de convenções, escritórios virtuais, stands, quadras esportivas, estádios, ginásios, auditórios, casas de espetáculos, parques de diversões, canchas e congêneres, para realização de eventos ou negócios de qualquer natureza.

    3.05 – Cessão de andaimes, palcos, coberturas e outras estruturas de uso temporário.

    É claro que embora exista a dispensa de Nota Fiscal e da incidência de ISS, deve-se ter um documento hábil para comprovação da receita como um Recibo e também a apuração dos Impostos Federais.

    Espero ter ajudado.

  • Andressa

    Olá,
    possuo uma empresa pelo MEI e meus revendedores só pagam após vender meu produto em suas lojas. A nota fiscal do MEI possui duas folhas, gostaria de saber se a nota deve ser entregue no momento da entrega do produto para o revendedor ou só no momento receber meu pagamento. Na nota possui um canhoto (alegando que eles receberam o produto) para eles assinarem também, mas não sei exatamente quando devo entregar a nota e quais dos papéis entregar para eles.
    agradeço qualquer ajuda!

  • capital

    Olá Andressa.
    Sobre o momento da entrega da nota fiscal, esse seria no momento em que há a entrega das mercadorias independente de ter ou não recebi. Eu costumo dizer para os nossos clientes se lembrarem, se há movimento físico de mercadorias, tem que haver um movimento fiscal com a emissão da nota fiscal.

    A entrega das mercadorias e da nota fiscal é também a garantir que você vendeu, ou seja se elas não efetuarem o pagamento, com a nota fiscal é possível entrar com processo nos Órgãos de proteção ao crédito ou protestar. Sempre que possível inclua a condição de pagamento no documento fiscal para indicar que este ainda não foi pago.

    Espero ter ajudado

  • Olá Andressa.

    Sobre o momento da entrega da nota fiscal, esse seria no momento em que há a entrega das mercadorias independente de ter ou não recebi. Eu costumo dizer para os nossos clientes se lembrarem, se há movimento físico de mercadorias, tem que haver um movimento fiscal com a emissão da nota fiscal.

    A entrega das mercadorias e da nota fiscal é também a garantir que você vendeu, ou seja se elas não efetuarem o pagamento, com a nota fiscal é possível entrar com processo nos Órgãos de proteção ao crédito ou protestar. Sempre que possível inclua a condição de pagamento no documento fiscal para indicar que este ainda não foi pago.

    Espero ter ajudado

  • Andressa Lima

    Olá, sou revendedora de bolsas. Porém ainda não tenho empresa aberta. Preciso emitir NF?

  • Fabiola Magalhães

    Olá, preciso tirar uma dúvida. Faço locação de espaço de um centro de convenções, exemplo: Fechei um evento com cliente para ocorrer em Set/16, mas o cliente vai começar a pagar em Junho, Julho e Agosto e Setembro, porém está exigindo uma nota a cada pagamento, financeiramente parcelei, qual o impacto fiscal deste processo se emitir NFS para um serviço ainda não prestado?

  • Olá Andressa, a emissão de documento fiscal, recibo ou documento equivalente é obrigatório a qualquer operação de venda de bens ou serviços conforme a Lei 8846/94.

    Embora seja obrigatório, muitos Estados não liberam a inscrição estadual para emissão de notas fiscais às pessoas físicas, portanto você deverá emitir no minimo um recibo sobre essas operações.

    Agora, pense em se registrar a sua revenda de bolsas como MEI, existem inúmeras vantagens em regularizar sua operação como uma empresa. Veja mais neste link https://capitalsocial.cnt.br/7-motivos-para-se-tornar-mei/ e se pudermos ajudar nos acione.

  • Alguns impostos são calculados tendo como base a data de emissão de notas fiscais, portanto a emissão antecipada destas notas fiscais fará com que tenha que calcular/ser tributada.

    Uma forma de evitar esse faturamento antecipado pode ser a elaboração de um contrato com o seu cliente que deixe claro os pagamentos antecipados e a emissão da nota quando da prestação de serviços.

  • Gabriela Marka

    Olá, estou com uma duvida!

    Tenho uma empresa que presta serviços via internet (não é loja virtual) em SP capital. Me disseram que não preciso emitir nota (um dos clientes me deu esta informação). O que é correto? A empresa que faz a minha contabilidade tambem está em duvida…

  • Olá Gabriela, a emissão da Nota Fiscal Eletrônica de Serviços é obrigatória a todos os prestadores de serviços em São Paulo conforme IN Nº 10/2011.

    Nesta instrução normativa há alguns casos de dispensa como os Micro Empreendedores Individuais (MEIs), as sociedades uniprofissionais (Médicos, Advogados e outros) e alguns outros serviços, que não parecem com os serviços que vocês prestam.

    Para conferir todos os casos de dispensa segue o link: http://ww2.prefeitura.sp.gov.br/arquivos/secretarias/financas/legislacao/IN-SF-Surem-10-2011.pdf

    Caso ainda tenham dúvidas, vamos marcar uma conversa como o nosso consultor, a agenda dele está disponível no menu Agenda ou no link https://capitalsocial.cnt.br/agenda/ basta selecionar o dia e horário.

  • Rodolfo Rodrigues

    Olá, estou em duvida,

    Eu emite algumas notas fiscais eletrônicas e devido a um problema eu perdi elas, existe uma forma de baixar nfe emitidas?

  • Olá Rodolfo, sim. É possível baixar essas NFe no site da Nota Fiscal Eletrônica: http://www.nfe.fazenda.gov.br/

  • Karoline Gonçalves

    Olá. Eu posso estipular um valor minimo para emissão de nota fiscal de uma gráfica por exemplo? Eu li que para o consumidor o valor mínimo é 12,00, menos que isso é facultativo caso o cliente não peça. Mas como funciona para serviços? Não achei nada na legislação. No caso a venda é para outras empresas.

  • Vitor Nagashima

    Oi Rodolfo! O Arquivei é um serviço online de gestão e armazenamento de Notas Fiscais Eletrônicas. Você só precisa do certificado digita A1 ou A3 para utilizar o serviço.
    Se quiser pode entrar no site para conhecer e fazer um trial de 30 dias grátis: https://www.arquivei.com.br

  • Olá Karoline, no caso das notas fiscais de serviços a legislação é municipal.

    Em São Paulo, todos os prestadores são obrigados a emiti-la independente de valor. Existe alguns casos opcionais que dependem do tipo de serviço, como todos os MEIs, as profissionais liberais e autônomos, o serviço de transporte, entre outros.

    Você vai encontrar mais detalhes em São Paulo na IN 10/2011, que segue o link: http://ww2.prefeitura.sp.gov.br/arquivos/secretarias/financas/legislacao/IN-SF-Surem-10-2011.pdf

    Ficamos a disposição,

  • LouCosta

    Boa tarde, a empresa emitiu uma nota fiscal de prestação de serviços antes do pagamento do boleto. Mas o pagamento ainda nao foi efetuado e a data para esse pagamento ainda nao foi definida. Essa nota terá que constar na planilha de receitas referente ao mês que ela foi emitida? no extrato bancario nao consta esse pagamento mas devemos registrar essa nota como receita do mês?

  • Olá tudo bem? A Nota Fiscal de Serviços normalmente é emitida no mês em que ocorreu o serviço, quando é reconhecida a receita. O pagamento pode sim ocorrer depois conforme o prazo de acordo com o vencimento estipulado. Espero ter ajudado

  • Paulo Rogerio

    Olá bom dia, em uma empresa no simples nacional , paga quanto de imposto % em uma nota NFe emitida? Exemplo: emito uma nota fiscal eletrônica ou cupom fiscal de R$ 1500,00 pago quantos porcento de imposto para o governo?

  • Olá Paulo, bom dia. As empresas do Simples Nacional pagam seus impostos de forma unificada (PIS, COFINS, ICMS, ISS, IRPJ, CSLL, IPI e CPP) na Guia da DAS.

    Na apuração há uma tabela progressiva destes impostos conforme a faixa de receita da empresa dos 12 meses anteriores.

    Assim, você precisa saber qual é a tabela que deve utilizar em sua empresa (são seis, sendo uma de comercio, uma de industria e quatro de serviços), descobrir o valor de faturamento dos últimos 12 meses e verificar a qual é alíquota.

    Se precisar de ajuda, marque uma conversa com nosso consultor no link: https://capitalsocial.cnt.br/ag

  • Gleyberson

    Boa tarde!, Em uma empresa simples nacional, prestadora de serviço de manutenção e conservação de elevadores, onde é obrigatório manutenção mensal no determinado elevador. Tenho que emitir nota fiscal todo mês para cada cliente pela manutenção preventiva nos elevadores?

  • Olá Gleyberson,

    A base para a emissão da nota fiscal de serviço é a efetivação da operação conforme determina a legislação. Tendo isso como base entendo que se o serviço é prestado mensalmente, deve ser emitida nota fiscal equivalente aquele serviço.

    Espero ter ajudado. Abs

  • Aline Borges

    Ola, Como Representante Comercial, eh vantajoso o simples nacional? ou seria mais interessante o Lucro Presumido?

  • MISTUREBA

    Boa tarde!
    Uma loja pode realizar uma venda com o cnpj de outra. Pois realizei uma compra de um produto em uma loja de brinquedos e no comprovante da maquina de cartao veio o cnpj de uma loja de pneus…isso pode ser feito?

  • Olá Mistureba, boa tarde

    Existe no regulamento de circulação de mercadorias algumas previsões de operações triangulares, onde se pode vender um produto que não esteja em seu estabelecimento. É claro que para isso é necessário emitir notas fiscais adequadas a operação.

  • Olá Aline, tudo bem.

    Estou te encaminhando uma planilha por e-mail para que tenha a comparação.

  • maicon

    Olá, tenho hotel (prestação de serviços), uma grande quantidade de clientes faz o pagamento via cartão mas não necessita da nota fiscal e nem mesmo do cupom fiscal, nesses casos é necessário emitir nota fiscal ? se não emitir tem algum problema?

  • FABIULA ROCHA

    OLA BOA TARDE MEU SOGRO TEM UMA OFICINA MECANICA COM CNJP, AI ELE COMPROU PNEU DE UMA EMPRESA QUE GEROU NOTA COM O NOSSO CNPJ ISSO GERA IMPOSTO PARA A OFICINA OU PARA A EMPRESA DE PNEU POIS A NOTA E DE UM VALOR MUITO AUTO, ??? DESDE JA AGRADEÇO PELA ATENÇÃO

  • Ramon da Costa Bentes

    Minha empresa está enquadrada na ME, mas não possuo lucro acima de R$60K anuais e nem possuo empregados. Sou comerciante de artigos de vestuário e acessórios e já vi que possuo todas as características de um MEI, mas meu contador me enquadrou em ME. Existe a possibilidade de passar para MEI?

    E outra coisa, eu já faço parte do Simples Nacional para ME. Como emitir notas fiscais altera o valor que eu já pago no DAS? Preciso pagar taxas de emissão e outros encargos, por exemplo?

  • Olá Maicon, Bom dia

    A emissão de documento fiscal é obrigatória pela Legislação Federal (Lei 8.846/94). Como a nota fiscal de serviços é de competência municipal, é possível que algum serviço tenha essa dispensa de emissão, normalmente em atividades profissionais que pagam o ISS fixo, nestes casos o profissional deve emitir recibo válido.

    Como sua atividade é hotel, acho difícil ter o iss fixo e consequentemente a dispensa da NFS. De qualquer forma é necessário para confirmar observar a legislação municipal.

    Com relação a não emitir, isso se caracteriza omissão de receita e possivelmente ensejar em uma situação de sonegação de tributos com as penalidades da legislação.

    Espero ter ajudado.

  • Olá Fabiula, bom dia

    Normalmente os impostos incidem na venda de determinada mercadoria. Mas existem situações que podem implicar no pagamento do imposto já no momento da compra.

    As formas mais comuns de pagamento antecipado de impostos é a Substituição Tributária e o Diferencial de Alíquotas, mas estes dependem de alguns fatores como enquadramento tributário, tipo de mercadoria e operação.

    O ideal é que você procure pelo contador da empresa que poderá orientar com relação a essas situações.

    Espero ter ajudado e fico a disposição,

  • Olá Ramon, bom dia

    Sim, existe a possibilidade de enquadramento como MEI.

    Mas, você deve observar que o limite para MEI não é de lucro e sim de faturamento. Se você estiver dentro do limite de faturamento, for empresário individual, já estiver enquadrado no Simples, pode solicitar o enquadramento no link abaixo.

    http://www8.receita.fazenda.gov.br/SIMPLESNACIONAL/Servicos/Grupo.aspx?grp=7

    Existem orientações na página, mas de forma geral a opção deve ser realizada em Janeiro, e uma vez deferida tem em efeitos no primeiro dia do ano em que solicitar o enquadramento.

    Com relação a impostos, a DAS é definida por uma alíquota, portanto quanto mais você faturar maior será o valor do imposto (valor do faturamento X alíquota de imposto). Além disso, as alíquotas são crescentes conforme o seu faturamento ultrapassa faixas da tabela, que inicia em 4% para comercio e até R$ 180 Mil nos últimos 12 meses.

    Para entender melhor a tabela sugiro este link, você vai conseguir observar o aumento da alíquota conforme eleva o faturamento. http://www.normaslegais.com.br/legislacao/simples-nacional-anexoI.html

  • Rosana Borges

    Bom Dia, tenho um ecommerce em SP no ramo de iluminação ( ME ), enquadrado como SIMPLES. Tenho duvidas quanto a permanencia da lei da partilha ICMS para vendas para consumidor final para outros estados. Sei que está sob liminar, mas não sei como agir na hora da emissão das NF. O que vcs estão aconcelhando fazer. Posso me respaldar na liminar e emitir NF sem calculo de partilha?? Obrigada.

  • Carlos Borguezane

    Na venda de um equipamento à prazo, o valor que constará na nota será o total das prestações ou o valor à vista ?

  • Manasses

    Quantos serviços posso emitir em uma unica nota?
    obs* Sou suporte de uma softhouse, onde presta serviços para uma rede de concessionarias. Nela emitimos notas de serviços (NFS-e padrao Abrasf), e foi efetuado 27 serviços em um veiculo..entre eles, troca de oleo, reparos, lavagem, etc..
    ao emitir rejeita informando que Padrao Abrasf nao aceita mais de 25 serviços, porem, li e reli o manual de integraçao da Abrasf, e nao consta a informaçao!! Gostaria de mais detalhes…
    Desde ja, grato pela atençao

  • Rosana, bom dia

    Você está certíssima em se preocupar, pois como em qualquer liminar, ela pode ser derrubada a qualquer momento e passar a valer.

    Se ela for derrubada e se tornar válida existe um risco das empresas serem cobradas pelos impostos deste período. É claro que acreditamos, se isso acontecer que as entidades empresariais fariam uma enorme pressão para evitar a cobrança.

    Nossa orientação para os clientes tem sido de não pagar a partilha (A NF precisa ter as informações de partilha independente do pagamento!) e reservar o ICMS a ser pago para o Estado de destino em uma aplicação financeira.

    Desta forma, se por um acaso a liminar for derrubada e a empresa for cobrada, os valores estarão reservados em uma aplicação financeira. É claro, em caso de acabar a obrigatoriedade e não havendo mais riscos os valores poderão ser utilizados pela empresa.

    Espero ter ajudado

  • Olá Carlos,

    Nas vendas parceladas pelo estabelecimento, o valor da NF é o valor total da operação, exceto de houver o parcelamento e juros pagos a um Banco.

  • Rosana Borges

    Obrigada pela atenção em nos responder a essa dúvida.
    Referente à orientação de declarar as informações da partilha, mas não pagar, não coloca a empresa em
    uma situação explícita de devedora de ICMS, dando margem a fiscalizações ??

    Em 17 de outubro de 2016 09:06, Disqus escreveu:

  • Olá Manasses, bom dia

    A sua dúvida é bastante especifica, tanto que na versão 2.2 não tem a situação acima na tabela de erros. Como diz respeito a integração acredito que o melhor é entrar em contato com a Abrasf.

    Espero ter ajudado

  • Ola Rosana, boa tarde

    Você tem emitido NF sem as informações de partilha? Pergunto isso pois sem as informações a nota fiscal não é transmitida. Pelo menos é o que verificamos em alguns casos.

    As informações de partilha fazem parte de um conjunto de dados que são verificados e consistidos na NF, retornando mensagem de erro caso não sejam preenchidas.

    Bem, com relação a fiscalização, a liminar tira os efeitos da cobrança de ICMS mas não das obrigações acessórias a elas relacionadas, portanto preencher não te trará ônus porém não faze-lo deixará sua empresa sem o cumprimento das obrigações tributárias. Essa é a nossa opinião.

  • nair

    oi tenho uma empresa de representação, trabalho para uma empresa a 13 anos, sempre emiti notas de serviços e paguei todos os imposto sobre as comissões, agora vamos rescindir o contrato eles vão me pagar um valor rescisorio e querem que eu emita uma nota, só que assim vou pagar imposto sobre o que já paguei, pode me ajudar?

  • Olá Nair,

    De fato, se as verbas são referente a rescisão de contrato se ele não descreve a necessidade de uma nota fiscal, o documento hábil para tal comprovação é o Termo de Rescisão do Contrato de Representação Comercial, acompanhado de um Recibo de Pagamento.

    Uma Nota Fiscal de Serviço somente deve ser emitida quando há um serviço correspondente.

    Bem, separei um artigo de um Jurista sobre o tema, que esclarece muito bem o tema da Representação Comercial e faz comentários referente ao ponto da rescisão. Vale a pena repassar para a empresa e tentar conversar. Espero que ajude.

    http://www.ambito-juridico.com.br/site/index.php?n_link=revista_artigos_leitura&artigo_id=1884

  • Maurício Muela

    Leandro bom dia, quando um importador (Chinês) emite a nota fiscal com valor menor, que o valor pago pelo produto, quais os problemas que posso ter?
    Ex.: Comprei o produto ( A ) pelo valor real de R$ 25,00, a nota fiscal emitida contem o valor de R$ 0,25. O pagamento para o fornecedor sempre ocorre em dinheiro ou cheque, não existe a emissão de um boleto bancário.
    O produto é vendido para o consumidor final por R$ 75,00, o valor da nota fiscal eletrônica de venda é de R$ 75,00. A empresa é uma ME. Quais complicações posso ter. Obrigado, grato pela ajuda.

  • Olá Maurício, bom dia

    Bem, o primeiro é a falta de um documento hábil para comprovar uma saída de sua empresa. Isso prejudicará uma série de obrigações acessórias da empresa, inclusive a escrituração contábil, que pode ser desconsiderada como válida. Este documento é peça fundamental na distribuição de lucros isentos de IRPF aos sócios de uma ME, caso o valor esteja acima do limite da presunção. A sua desconsideração poderá ensejar no pagamento dos impostos devidos e outras penalidades.

    Já com relação ao ICMS, se você estiver em São Paulo, existe uma penalidade no RICMS SP art. 527 com relação a “emissão ou recebimento de documento fiscal que consignar importância inferior à da operação ou da prestação” ocasionando “multa equivalente a 100% (cem por cento) do valor da diferença entre o valor real da operação ou prestação e o declarado ao fisco” (entre aspas – trechos copiados da legislação).

    No seu exemplo, há o recebimento de mercadorias, portanto se sujeita a penalidade acima. É importante mencionar que a SEFAZ tem como facilmente identificar grandes diferenças entre valores de compra e venda, já que as informações estão na Nota Fiscal Eletrônica.

    Espero ter ajudado!

  • Maurício Muela

    Muito obrigado ajudou sim e muito. Na verdade eu iria montar uma loja virtual, mas quando observei está questão na emissão das notas fiscais, percebi que seria inviável, e após o seu esclarecimento isso ficou confirmado. Obrigado, e desejo todo sucesso do mundo para você.

  • Alex Gomes de Freitas

    A nota fiscal de serviço precisa ser emitida no Estado da prestação de serviço? Por exemplo, realizo um curso com sede no Rio de Janeiro, e a prestadora do serviço manda uma NF Paulistana. Pode?

  • Olá Alex, bom dia.

    Sim, as notas fiscais são emitidas pelas empresas através do cadastro na prefeitura onde está localizada o estabelecimento ou no Estado de origem para alguns tipos de serviço.

    Assim, mesmo o serviço sendo prestado no Rio de Janeiro conforme o exemplo, a Nota Fiscal é emitida em São Paulo.

    O que é necessário verificar, é se o o prestador está cadastrado na Prefeitura no Cadastro de Prestadores de Outros Municípios, o CPOM. A cidade do Rio de Janeiro solicita este cadastro para as empresas que prestam serviços na cidade.

  • Andrea Thomioka

    Olá, existe prazo para emissão de NF após a realização do serviço? Sei que a NF não pode ter data retroativa, mas ela pode conter descritivo de um serviço prestado há 06 meses atrás, por exemplo? Há alguma atenção a ser considerada? OBRIGADA

  • Olá Andrea,

    Um texto legal que menciona a questão está na Lei 8.846/94 que menciona em seu 1º artigo:

    “Art. 1º A emissão de nota fiscal, recibo ou documento equivalente, relativo à venda de mercadorias, prestação de serviços ou operações de alienação de bens móveis, deverá ser efetuada, para efeito da legislação do imposto sobre a renda e proventos de qualquer natureza, no momento da efetivação da operação.”

    Portanto, tendo como base o mencionado acima seria errada a emissão neste momento de um serviço prestado a 6 meses atrás.

    Espero ter ajudado.

  • keila sabrina

    Ola minha duvida e a seguinte:
    “uma nota e emitida em 01/12 mas ela chegou no estabelecimento final dia 07/12 . qual data devo lançar?

  • Olá Keila,

    No livro fiscal há dois campos de datas, um para indicar a data de entrada e outro para a data de emissão desta nota. Portanto as duas datas informadas irão compor o livro fiscal.

    Espero ter ajudado.

  • Rodrigo

    Olá otimo texo porem tenho duvidas , eu estou prestes a me tornar MEI e tenho duvidas em relaçoes a notas fiscais , meu ramo pretendido é na área de produção de produtos e pretendo ser distribuidor de lojas e mercados , eu mesmo posso fazer essas notas ou é um caso exclusivo de contadores? preço reduzir o maximo de custos possiveis pois estou no inicio..nesse caso a nota fiscal ideal seria aquela fisica correto?

  • Joyce

    Bom dia!! Tenho uma duvida quanto a emissão de nota fiscal eletrônica avulsa para MEI. É a seguinte situação: Um MEI emite nota fiscal Eletrônica Avulsa de venda pelo portal da SEFAZ, quando terminar de emitir a nota, aparece um documento chamado DAR para pagamento. Gostaria de saber se esse seria o imposto que o MEI terá que pagar toda vez que emitir uma nota de venda para pessoa jurídica… Pois eu pensava que o MEI como já paga fixo um valor referente a ICMS e ISS na DAS mensal, não pagaria mais imposto por fora… E quando for uma nota de serviço, incide imposto também a ser pago?

  • Eduardo Sadoqui José

    Olá, bom dia !

    Por gentileza tirem minha dúvida.

    Trabalho no departamento de logística de uma empresa e alguns de nossos clientes ( supermercados, distribuidoras, etc.. ) fazem a cobrança da descarga da mercadoria em seu estabelecimento e fazem apenas um recibo assinado e carimbado pelo responsável .

    1º Isso é correto ?
    2º Se for correto, eles devem fazer uma nota de prestação de serviço ou esse recibo já serve como documento para discriminar a saída do caixa e confirmar as informações fiscais desse serviço prestado .
    3º Se eles não fazem nota é direito da empresa exigir nota de serviço pela movimentação de carga que iremos pagar no ato da descarga

    Desde já sou grato pela atenção.

  • demitri

    bom dia! sou vendedor de produtos da dell ,somos uma revendedora,a empresa nos contratou e estamos no processo de experiencia, agora a empresa quer que a gente emita nota fiscal avulsa, os vendedores, nao seria correto a empresa fornecer a emissao de nota, procede correto o que me pediram?

  • Olá Demitri,

    É preciso entender melhor a nota solicitada. Em uma condição de revenda a empresa adquire produtos, neste caso da DELL, e as revende com a emissão da nota fiscal ao consumidor. Os vendedores são remunerados pela empresa de acordo com o contrato firmado com estes.

  • Olá Eduardo,

    É preciso entender a origem da cobrança. Se ela estiver relacionada a uma prestação de serviços, sim deve ser emitido um documento fiscal para acobertar a operação.

  • Olá Joyce,

    Alguns Estados cobram uma taxa para a emissão da Nota Fiscal Avulsa, como é o caso de Minas Gerais conforme link abaixo.

    Se você estiver no DF a DAR sai automaticamente após a emissão de Notas Fiscais que tenham imposto a pagar, se você estiver no DF acesse a opção de atendimento virtual, pessoa física ou jurídica, ou ligue pelo telefone 156, escolhendo a opção 3 para tirar dúvidas se sua operação tem ou não impostos.

    http://www.fazenda.mg.gov.br/empresas/documentos_fiscais/notafiscalavulsa_mei.htm

  • Olá Rodrigo,

    A emissão de notas fiscais para MEI tem regulamentação Estadual. No caso de São Paulo você mesmo como Empreendedor poderá emitir a Nota Fiscal Eletrônica bastando ter um certificado e um programa emissor.

    Somente verifique se sua atividade é compatível com o MEI, normalmente distribuidores (atacadistas) não são listados entre as atividades permitidas.

  • Timóteo Greff

    Bom dia.
    Estou com uma dúvida.
    Terceirizei uma empresa que prestou serviços gráficos para minha empresa.
    Quando a mesma foi emitir uma nota me perguntou se poderia ser uma nota baixa.
    Eu muito leigo no assunto aceitei, mas agora ouvi alguns amigos no ramo dizendo ser uma nota fria, ou irregular.
    Essas afirmações de meus amigos estão corretas?
    Abraços.

  • Olá Timóteo, bom dia

    Não é correto aceitar nota fiscal de valor inferior ao produto ou serviço na qual tenha contratado. A legislação tributária possui diversos dispositivos para punir quem emitiu e quem aceitou tal operação. Contabilmente, a saída de dinheiro da sua empresa ficou sem amparo de documento hábil.

    Portanto, aceitar esse tipo de operação pode prejudicar a você e sua empresa.

    Espero ter ajudado.

  • Mauricio Silva

    Veja se alguém pode me ajudar, vendi uma mercadoria para um cliente de São Paulo capital, ele vai fazer as entregas para os clientes dele em outros estados, eu sou obrigado a fazer a nota de remessa de tranporte? O frete ele que contratou.

  • Olá Mauricio, se sua empresa for entregar diretamente para os clientes deles em outros Estados, sim. Esse tipo de operação é chamada de “venda à ordem”. Segundo o RICMS SP essa operação tem três etapas:

    1ª (primeira) fase: o fornecedor, ou seja sua empresa (vendedor remetente) efetua a venda da mercadoria ao adquirente originário (quem está comprando a mercadoria);

    2ª (segunda) fase: o fornecedor, ou seja sua empresa (vendedor remetente), por conta e ordem do adquirente originário, entrega a mercadoria a uma terceira pessoa (destinatário final);

    3ª (terceira) fase: o adquirente originário promove a venda da mercadoria para o destinatário final (recebedor efetivo das mercadorias remetidas diretamente pelo fornecedor por conta e ordem do adquirente original).

    Para acobertar o transporte das mercadorias para outro estado é necessário fazer a nota de remessa.

    Espero ter ajudado

  • Alana

    Por favor alguém pode me ajudar
    recebi uma nota de um fornecedor com apenas um item ( na nota fiscal )
    porem é mais de um material como faço pra lançar esses itens na nota pois são mais de 10

  • Maira Modotti

    Olá. Tenho uma empresa que presta serviços em processos judiciais. Neste caso, os honorários são depositados em uma conta judicial do Banco do Brasil, porém no momento em que recebo, esse valor vem atualizado com juros e correção monetária. Devo emitir a nota com o valor bruto ou com o valor corrigido? Posso emitir a nota após o recebimento dos honorários, se sim, há um limite de tempo (por ex. até um mes após o recebimento)? Desde já agradeço!!

  • DgSF

    A data de compra tem que ser igual a data emissão da NF?

  • Olá, bom dia

    A data de emissão da NF deve ser a mesma do despacho do produto para o consumidor. Isso pode acontecer no mesmo dia da compra, nestes casos seriam iguais.

    Espero ter ajudado

  • Fernanda Gambi

    Para um prestador de serviços virtual, eu posso emitir nota fiscal em uma cidade diferente da sede? Eu sou arquiteta e quero prestar serviços de forma online (com venda de projetos prontos), sendo assim não é possível ter cadastro em cada município que meus clientes residirem. Como eu emitiria essa nota?

  • Josi

    Bom dia,

    Posso emitir uma nota fora do segmento do meu registro?

    Ex.: Tenho uma lavanderia e faco servicos freela como design grafico. Posso usar o cnpj da lavanderia para emitir uma nota por um servico grafico?

  • Leandro Oliveira

    Olá Josi.

    Para emitir uma nota fiscal é necessário que você tenha previsto a atividade tanto no CNPJ como no Cadastro Municipal. Desta forma você poderá emitir notas fiscais de forma regular.

    Espero ter ajudado

  • Leandro Oliveira

    Olá Fernanda, bom dia

    A nota fiscal deve ser emitida na cidade onde a empresa esteja estabelecida, e não nas cidades onde os serviços são prestados.

    Se você já possui o cadastro na sua cidade, você pode emitir as notas fiscais para os clientes, em outras cidades e estados sem nenhum problema.

    Espero ter ajudado,

  • Yuri Calazans

    @disqus_gj4GYZoZoJ:disqus, boa tarde!

    Trabalho em uma startup que faz serviços de TI (tecnologia de informação). Sabe me dizer se eu pago muito mais em imposto se eu emitir uma nota de um serviço feito em outro estado?

    Obrigado!

  • Olá Yuri, bom dia

    A regra é o pagamento de ISS no município do estabelecimento então o ISS seria sempre o mesmo, porém, existem algumas exceções de serviços que são devidos para o município do tomador.

    Para estas exceções deve-se atentar ao ISS do município onde se presta o serviço e desta forma ele pode ser diferente. A lista destes serviços estão na Lei 116/2003 Art. 3 incisos I a XXV.

    Se a empresa for do Simples Nacional, o valor do ISS será sempre o mesmo, porém deve-se preencher no documento fiscal a alíquota aplicável. As alíquotas vão de 2 a 5%.

    Outra questão que impacta é um Cadastro de Empresas de Outro Município. Algumas cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Joinville, exigem um cadastro prévio e na falta dele exige uma retenção obrigatória. Isso pode duplicar a sua obrigação tributária.

  • Yuri Calazans

    Obrigado!!!

  • Carolline

    Bom dia,
    é correto emitir uma 2 notas (NFS e NFE) e um boleto para pagamento das 2 juntas?

  • Olá Caroline, bom dia

    O boleto bancário é um facilitador para pagamentos, portanto não é errado você emitir um boleto para o pagamento de dois documentos fiscais. A única questão é que é necessário muito bem identificar o valor pago para cada um através da escrituração contábil.

    Abs

  • Nynno Gonçalves

    Bom dia.. Trabalho em uma empresa publica, foi prestado um serviço de mecanica sendo emitida uma nota fiscal, porem na hora de efetuar o pagamento foi usado a maquina da esposa do prestador que possui outro cnpj isso poe trazer problemas?

  • Olá Nynno, boa tarde

    As operadoras de cartão de crédito são obrigadas a entregar ao governo as informações relativas as operações realizadas pelos estabelecimentos (DECRED).

    Por meio destas informações podem ser apontadas divergências entre valor do faturamento da empresa e as operações de cartão e você ser notificado a ajustar o problema ou apresentar as justificativas.

    Para evitar problemas fiscais não se deve adotar este procedimento de faturar por uma empresa e receber por outra sob o risco de você ser arbitrado a pagar os impostos.

  • Anderso

    Boa tarde comprei um Iphone no Magazine Luiza em 09/05/2016 so me deram um cupom fiscal, agora preciso fazer garantia desse produto na Apple mas Apple so aceita nota fiscal. Que atitude devo toma?O que fazer?

  • Olá Anderson, bom dia

    O mais indicado é você procurar a Loja que efetuou a compra ou a Central de Atendimento do Magazine Luiza para resolver a situação.

    Espero ter ajudado.

  • Leniel Mattos

    Olá, estou abrindo uma empresa MEI, e indo atrás de tudo o que é necessário pra isso, e uma delas é um software para emissão das NFe impressas em A4, não tenho conhecimento desses programas, qual devo procurar?

  • Kelly Thailla

    Boa tarde Demitri. Trabalho em uma empresa que vende peças e acessórios para notebooks e queria saber se vocês podem revender os produtos da Dell para a gente. No momento trabalhamos mais com a Acer, Asus e gostariamos muito de poder trabalhar com a Dell também. Meu nome é Kelly, se puder me mande um email adm.brazuca@hotmail.com. Obrigada

  • Olá Leniel, bom dia

    O ideal é encontrar um sistema que se seja adequado para gestão do negócio e que te ofereça informações financeiras para a tomada de descisão.

    Temos parceria aqui no escritório parceria com a empresa Conta Azul e com a empresa Omie, esses dois dão conta da maior parte das necessidades de empresas PMEs. Agora se a ideia é gasta pouco ou nada a sugestão é o MarketUP, ele tem frente de caixa e emite SAT Fiscal que é obrigatório em São Paulo.

    Não esqueça de testar as soluções para verificar se atendem a sua necessidade, estou deixando abaixo os links sobre os sistemas acima.

    https://contaazul.com/

    http://www.omie.com.br/

    https://marketup.com/

  • Daniel Baggio

    Sou MEI e presto serviços de escri´torio e contabilidade .
    Meu cliente não que fornecer os dados para emissão da nf.
    O que faço? terei problemas se não emitir a nf? O serviço já foi feito.

  • Monique Feitosa

    Olá! Gostaria de saber se existe um valor máximo para emissão de nota fiscal avulsa?

  • Olá Daniel,

    O ideal é conversar com o seu cliente sobre a importância e a obrigatoriedade da emissão da nota fiscal. Explicar as consequências da não emissão e sendo bastante franco funciona bem.

    Existem algumas dicas para o seu ramo no blog Negócio Contábil http://www.negociocontabil.com.br indico que acompanhe ele.

    Espero ter ajudado.

  • Olá Monique,

    A sua pergunta é sobre Nota Fiscal avulsa de Produtos?

    Em São Paulo, a SEFAZ não adota a Nota Fiscal Avulsa. Cada Estado tem legislação própria sobre o tema. Indico que procure orientações na SEFAZ do seu Estado.

    Em tese não haveria motivo para limitar o valor, já que pressupõe que uma nota fiscal avulsa é emitida para uma operação pontual.

    Espero ter ajudado.

  • wiime

    Uma entidade tem convênio conosco, apresentava uma nota fiscal de serviço de uma empresa que fazia todo o serviço por ela. Como caracterizou terceirização esta nota foi glosada. Como opção ela apresentou uma nota de serviço emitido por ela, para ela mesmo e com os funcionários relacionados no corpo da nota. Este procedimento é legal?

  • Olha Wiime, é uma situação bastante especifica e eu necessitaria de mais detalhes para entender e emitir qualquer opinião.

    O que posso mencionar é que é estranho a emissão dessa forma. Me lembro de uma previsão nas prestações de contas do PROAC ICMS para esse procedimento, mas algo bastante limitado e em situações especificas previamente acordadas.

    Bem, se o problema foi a terceirização, o que deveria ser juntado para a prestação de contas é a folha de pagamento. Você não concorda?

  • Wagner Alexandre Martins

    Boa tarde tenho que realizar uma tributação de um determinado fornecedor, minha pergunta é o cliente pode olhar na Nota de Compra do Fornecedor e cadastrar igual?

  • Suzana

    Quem tem que emitir e pagar pela emissão da nota NF o produtor ou o comprador por que aqui na minha cidade somos nós produtores de leite pagamos todos os meses 20,00 no escritório para emitir isso está correto ou não por favor esclarece pra mim desde ja agradeço obrigado.

  • Olá Suzana, bom dia

    A emissão da nota fiscal é obrigatória para qualquer serviço ou produto vendido no Brasil e deve ser realizada a cada operação.

    Com relação a cobrança por emissão de nota fiscal, é comum este ser um serviço extra dos escritórios de contabilidade pois os serviços básicos na área fiscal são de escrituração e apuração de impostos. Cabe a você entrar em contato com o seu contador e entender os serviços prestados e a cobrança dos valores.

    Estou te encaminhando no link abaixo, uma cartilha para produtores rurais com informações sobre a nota fiscal. Essa cartilha foi produzida pelo Ceagesp e tem informações valiosas.

    http://www.hortibrasil.org.br/images/stories/biblioteca/Cartilha%20Nota%20Fiscal%20do%20Produtor.pdf

  • Olá Wagner,

    As informações sobre tributos destacados na Nota Fiscal, estão no documento. Com o xml e o conhecimento de sua leitura é possível verificar uma série de informações que não estão na DANFE.

    Porém o mais adequado no momento do faturamento é entender os impostos aplicáveis para emitir o documento.

    Espero ter ajudado,

    Att

  • Bruno Eduardo Pereira Rodrigue

    Suzana, existe um emissor gratuito ou você pode pedir para o laticínio emitir as notas de compras para vocês, mas não deveriam pagar estes 20 reais para emissão da nota.

  • Olivia Fernanda

    Olá Bom dia!!!!
    Em novembro fiz uma compra pela internet nas Lojas Renner, como era o tal do black friday havia muitos produtos em promoção. Eu comprei um perfume que de R$99,00 passou para R$42 ou 45, não me lembro ao certo, com 60 dias para fazer o primeiro pagamento. Quando o produto chegou e fui verificar a nota fiscal o valor era de R$38,00. Ao ir na loja para efetuar o pagamento constava duas parcelas de R$25,00 cada. Gostaria de saber se devo pagar o valor que está no sistema ou se pago o valor da nota fiscal. Já fui na loja, mas a vendedora disse que como era uma compra online ela não tinha muito o que fazer (engraçado que a compra foi online, mas o pagamento tem que ser somente na loja física).
    Por favor alguém me ajuda…

  • Olá Olivia, realmente é estranho compra online com pagamento físico. Sua pergunta é bastante especifica e sugiro que entre em contato com a empresa para esclarecer estes tópicos e dúvidas.

    Abraços

  • AB Licitações Anselmo Beraldo

    Bom dia. Somos de uma empresa prestadora de serviços. Faço cobrança de clientes por boleto bancário. Entendo que o fato gerador para fins de tributos é quando se efetua a prestação de serviços e cobrança, se não estou errado. Minha dúvida é: Se eu emito o boleto dia 01 do mês para cobrar a mensalidade do serviço, devo emitir nota fiscal no ato do boleto ou somente quando ele for compensado? E se o cidadão não paga, o serviço foi prestado, não tem o imposto da mesma forma? E no caso de boletos para vencimentos um em cada mês, mas emitidos todos no inicio do serviço (dividido em 6 parcelas/boletos), a nota fiscal sairá quando e em que valor? Alguém pode me ajudar?

  • Shirlene Mariano

    Boa tarde.

    trabalho em uma marcenaria, passei o orçamento para uma empresa com sede em outro estado; O orçamento foi aprovado mas eles querem que eu envie a nota fiscal para a sede da empresa e receber após 15 dias.
    Terei problemas para receber se enviar a nota fiscal antes?

  • Olá Anselmo, boa tarde

    Para organizar as suas dúvidas vamos tratar da emissão da nota fiscal. A emissão fiscal é obrigatório a cada serviço ou produto transacionado.

    Portanto, o fato de o tomador do serviço não ter pago e se o serviço foi prestado, você deve emitir a nota fiscal.

    O que você pode fazer para evitar o pagamento de imposto antes do recebido é optar pelo Regime de Caixa, aonde o fato gerador é o recebimento.

    É claro que isso não funciona para o mês de dezembro onde deve ser feito o ajuste de todas as notas fiscais não recebidas. Para saber mais veja no link abaixo.

    https://capitalsocial.cnt.br/lucro-presumido/

    Espero ter ajudado

  • Olá Shirlene,

    A nota fiscal de mercadoria deve ser emitida para acompanhar a mercadoria no transito entre vendedor e comprador.

    Com relação a problemas no recebimento, enviar a nota fiscal antes não terá impacto, somente observe se a data de pagamento está correta no documento que emitir.

    Espero ter ajudado.

  • Élica Tais de Oliveira Cunha

    Abri um empresa de coleta de resíduos sólidos que prestará serviços para a Prefeitura Municipal para a coleta de resíduos de construção civil. Além disso as caçambas serão locadas para cada usuário. Entendo que deverá ser emitida uma NFS-e para a Prefeitura Municipal de acordo com o contrato firmado. E para os locatários, como devo proceder?

  • Olá Elica, bom dia

    É importante mencionar, que a locação é somente parte do atividade, pois na verdade ela se enquadra como Coleta de Resíduos não Perigosos, e compreende mais do que o aluguel da caçamba.

    Para prestar este serviço você deve ter o CNAE 3811-4/00 (Coleta de Resíduos não Perigosos) como atividade no seu CNPJ.

    Assim como para a Prefeitura, na qual é emitida uma Nota Fiscal de Serviço, para os outros tomadores do seu serviço é devido a emissão da Nota Fiscal de Serviço.

    Como informação adicional a atividade pode optar pelo Simples Nacional e ser tributada no Anexo III.

    Espero ter ajudado.,

  • Élica Tais de Oliveira Cunha

    Sim, a empresa tem o CNAE 3811-4/00. Obrigada pela explicação.

  • Liara

    Boa noite.
    O comprovante da máquina de cartão, é considerado uma Nota Fiscal?
    Ou é apenas um comprovante mesmo, tendo assim que ser emitidas Nota Fiscal em si?

  • Olá Liara,

    O comprovante da máquina de cartão, como você mencionou é um mero comprovante da operação financeira. É necessário para qualquer operação de venda ou prestação de serviços emitir a nota fiscal correspondente.

  • Helder Silva

    Boa noite.

    Estou abrindo uma loja, gostaria de saber qual é o percentual que pago de imposto em cada nota.

  • Olá Helder, boa tarde

    Sabemos que no momento de abrir uma empresa há muita dúvida sobre os tributos a serem pagos. Eles dependerão do enquadramento tributário e outras informações como o tipo de mercadoria de onde você adquire.

    Nos nossos materiais educativos há uma planilha que pode te ajudar a entender melhor a dinâmica, segue o link, http://promo.capitalsocial.cnt.br/simulador-planejamento-tributario

    Porém, devido a legislação complicada que temos e as variações que mencionei o ideal é que procure um contador para apoiar a sua empresa com relação a tributação.

    Nossa equipe está a disposição para cuidar bem da abertura e da contabilidade de sua empresa.

  • Anna Lucia Ramos

    Tenho empresa SIMPLES e emito NF-e para todas as vendas (varejo) feitas através do site e envio para todo o Brasil pelo Correio. Nas vendas para o RJ, onde está localizada a empresa (não temos loja física) deveria emitir NFC-e ou pode ser o mesmo modelo de NF-e? Obrigada

  • Olá Anna,

    A NFC-e é adequada para operações de venda presencial ou venda para entrega em domicilio nas operações dentro do Estado e que não permita geração de crédito.

    Com isso minha recomendação é que emita NF-e, assim você não precisa mudar o seu processo de emissão e tão pouco se preocupar com relação ao comprador, se Pessoa Física / Jurídica.

  • Nathalia

    Boa noite. Realizei a compra do livro da escola das minhas filhas dia 24/01, e até o momento não me enviaram anota fiscal, alegando que primeiro eles devem fechar a nota fiscal total com o revendedor de livros para depois abrir uma nova para os compradores. Gostaria de saber se isso é permitido, esperar tanto tempo por uma nota? Grata

  • Olá Nathalia, a nota fiscal serve entre outras coisas para a circulação da mercadoria, portanto a nota fiscal de compra dos livros deveria vir junto com os livros da escola.

    Espero ter ajudado,

  • Recrutamento Bauru

    Boa tarde. Gostaria de saber se em caso de multa por atraso no pagamento de um boleto de mensalidade de um serviço de valor fixo a nota fiscal deverá conter o valor total pago (mensalidade mais juros) ou somente o da mensalidade.

  • Deborah Prates

    comprei um celular e emitiram um auxiliar de nota fiscal eletronica, mas esta muito apagado fui na loja pedir 2 via e querem me cobrar os tributos da reemissão é correto isso?

  • Olá Deborah, não sei se é correto ou não, mas com o número da chave você pode recuperar a DANFE com alguns serviços online um deles é o https://www.danfeonline.com.br/

    Espero ter ajudado

  • ary siniavski

    Olá,
    Minha dúvida é a seguinte:
    comprei um produto de uma empresa que fica no Paraná, paguei pelo produto e vou receber com a nota fiscal de Alagoas, isso é certo ? Há um risco de eu ser taxado pela Receita Estadual ?

  • Olá Ary,

    Sem saber mais detalhes da operação não é possível responder as suas perguntas. A principio não há problema de receber a mercadoria de outro Estado. Porém, o diferencial de alíquotas e a Substituição Tributária dependem de fatores como produto, utilização, tipo de tributação e outros.

    É complicado não é? Bem, se você for uma pessoa física e houver a emissão de nota fiscal não se preocupe. Se for pessoa jurídica indico consultar um contador.

  • Macedo

    Boa tarde!! Tenho uma dúvida, e queria saber se podiam me ajudar. É o seguinte: Quando o tomador de serviços faz um pagamento no cartão de crédito parcelado, o Prestador emiti a N.F. (nesse caso ELETRÔNICA), com o valor total, ou com os valores das devidas parcelas, mês a mês, de acordo com a quantidade de parcelas???
    Agradeço muito a atenção.

  • Hernandes Marin Junior

    Olá! Quando compro produtos, eles virão com nota fiscal, arquivo xml e imposto (que eu paguei) incluídos, certo?
    Quando eu revendo essa mercadoria e emito o cupom fiscal, eu pagarei um novo imposto? Obrigado desde já!

  • Maureen Mazon

    Olá bom dia! Esqueci de tirar algumas notas fiscais referente a Janeiro de 2017, trabalho em uma escola infantil e não sei como proceder. Por favor preciso de ajuda!!! Alguém sabe me dizer como proceder??? Por enquanto muito obrigada

  • Olá Macedo, as notas fiscais deve ser emitidas de acordo com o valor do serviço prestado independente da forma de pagamento.

  • Olá Hernandes.
    A nota fiscal deverá ter as informações fiscais de acordo com o enquadramento e tributos aplicáveis.

  • Olá Maureen, bom dia

    A sua pergunta é bastante particular e a resposta depende de uma série de informações, pois a questão interfere no pagamento de tributos.

    Caso tenha um contador, sugiro que você consulte ele que terá maiores condições de te responder.

    Se não tiver um, indico pois é esse profissional que deverá te apoiar em questões como essas. Ligue para o nosso escritório para que possamos te encaminhar um orçamento para os serviços, nosso telefone é 11 4149-1703.

  • Amanda

    Olá. Não tenho condições financeiras de abrir uma ME que possa abranger todas as minhas atividades, então vou me tornar microempreendedor individual para exercer a maior parte delas. Mas gostaria de comercializar alguns produtos artísticos de minha autoria pela loja virtual (MEI), que não abrange atividades de produções artísticas, apenas de comércio de artes. Eu posso emitir uma nota fiscal avulsa para a minha própria empresa? Ex: Eu (pessoa física) vendo para a minha loja (pessoa jurídica) uma obra de arte de minha autoria e, para isso emito uma nota fiscal avulsa tendo como tomador o meu próprio cnpj. Nesse caso, pagarei a alíquota de 5% na venda para a loja. Isso é correto ou só poderei vender minhas produções artísticas legalmente como pessoa jurídica (o que pra mim não seria interessante porque fora da loja virtual eu demoraria muito para vender qualquer coisa).

  • Amanda

    Retificando: “Isso é correto ou só poderei vender minhas produções artísticas legalmente como pessoa FÍSICA?”

  • Ruan

    Boa tarde ! Fui no consultório dentário pegar uma nota fiscal de uma valor de 9 mil pagos a vista num implante dentário, so que a atendente me passou 3notas fiscais no valor de 3 mil dizendo a mesma que era melhor para declarar no IR assim parcelado, isso ta certo ?

  • Olá Amanda,

    Me pareceu um pouco complicado emitir a nota da pessoa física e depois revender no MEI, pois se sua preocupação ao fazer somente parte das atividades era o limite, essa sugestão não irá te ajudar, já que a venda terá o valor integral.

    Minha sugestão é incluir o cnae apropriado de artesa no MEI e fazer a venda para o consumidor final.

    Espero ter ajudado

  • Olá Ruan,

    Difícil avaliar uma operação com pouca informação. O importante é mencionar que a nota fiscal de serviços pode ser emitida conforme o serviço for sendo executado. Imagino que um implante não seja resolvido em uma só visita ao dentista, portanto pode sim ter duas ou mais notas fiscais.

    Abraços,

  • Cintia Luanna

    Bom dia!! posso emitir uma nota fiscal de um provedor de internet, sendo que ainda não completaram os 30 dias de serviços prestados?

  • Olá Cintia,

    Não há impedimentos para a emissão da nota fiscal, mas você deve se lembrar que a Nota Fiscal serve para comprovar um serviço prestado, portanto emitir sobre serviços futuros além de não ser correto pode provocar questionamento do consumidor.

  • Geovani

    Boa noite! Fiz uma prestação de serviço para uma empresa. Não tenho empresa. A nota fiscal de serviço foi emitida no meu CPF e no CPF do dono da empresa que prestei o serviço. Além do imposto pago para a prefeitura pela nota de serviço, quais são os impostos devo pagar e como? Desde já agradeço pela ajuda. Nota emitida no valor de 25 mil

  • Olá Geovani,

    Sua pergunta é bastante especifica e particular. Serviços Prestados prestados por pessoas físicas pagam imposto de renda, iss e inss.

  • George Campos

    Olá, sou logista, posso tirar uma nota só no final do dia para clientes que não pedem CPF na nota?

  • Olá George, Bom dia.

    Embora as pessoas não peçam o CPF, é a sua obrigação emitir em decorrência das compras efetuadas.

    Idealmente todas as vendas devem ter Nota Fiscal e deve ser entregue no pagamento da compra, independente de com ou sem CPF.

  • aline

    OI bom dia, quando emito uma nota de peças que comprei de terceiros. Tenho que colocar o valor bruto da peça ou valor liquido? Lembrando que essa nota fica arquivada comigo.

  • Felipe

    Boa noite, compri um bilhete de loteria em uma casa loterica e me informaram que nao seria emitida nota fiscal de compra por conts de um decreto municipal que diz que sao desobrigadas as casas lotericas de emitir notas fiscais eletronicas de servicos. Minha pergunta é: esta é a unica opcao de nota fiscal para esse produto? Nao tenho direito a nota fiscal de compra?
    Obrigado.

  • Olá Felipe, tudo bem?

    Bem, a Loteria Federal não sem enquadra nem em um serviço conforme LC 116/2003 nem configura-se em um produto.

    Os serviços prestados pela Loterica, temo como tomador a Caixa Economica Federal, que paga pelos serviços de arrecadação e distribuição de bilhetes, já a loterica por seus serviços prestados para a Caixa, paga ISS regularmente para a Prefeitura de sua cidade.

  • Aline,

    O valor da nota fiscal é o valor da venda da mercadoria. Espero ter ajudado.

  • Yara Gonçalves

    Boa tarde, comprei uma bicicleta e o vendedor está demorando para entregar a nota fiscal do produto, já faz 12 dias que comprei, já fui na loja e o vendedor joga pra frente dizendo que tal dia vai me entregar a nota, está certo isso? qual procedimento devo tomar?

  • Leonardo Lourenço

    Boa tarde,
    Fiz a compra de um dormitório (Guarda Roupa), porem não me deram a NFe na compra, nem na entrega e nem na montagem. Estou cobrando a loja, porem só tenho o retorno que o sistema está com problema. O que devo fazer?

    Obrigado.

  • Yara, a nota fiscal deve ir junto ao produto. Se ele não entregou, você pode abrir um processo no Procon ou na Secretaria da Fazenda do seu Estado. Se você é de São Paulo e tem o cadastro na nota fiscal paulista, no portal é possível fazer uma reclamação eletrônica.

  • Olá Leonardo, vale a mesma orientação que no caso abaixo. Abrir um processo no Procon ou na Secretaria da Fazenda do seu Estado. Se você é de São Paulo e tem o cadastro na nota fiscal paulista, no portal é possível fazer uma reclamação eletrônica.

  • Roberta

    Comprei uns produtos sem nota fiscal e hj estou vendendo para uma empresa que exige a nota fiscal? Como devo proceder, os produtos são equipamentos de proteção individual !!!

  • Olá Roberta, bom dia

    Não existe como regularizar uma situação passada, a não ser que consiga solicitar a nota fiscal do fornecedor. Infelizmente os seus produtos em estoque estão sem o lastro de compra, e você pode ser penalizada em fiscalização que sofra na empresa.

    Do outro lado você não pode se recusar a emitir notas fiscais na operação de venda.

    O que você deve fazer de imediato é deixar de adquirir mercadorias sem nota fiscal e regularizar toda a sua operação. Fazer operações sem documentos fiscais de compra ou de venda vão te expor ao risco de ser fiscalizada e sofrer punições por isso.

    Isso com certeza pode ficar mais caro do que ter uma operação regular.

    Espero ter ajudado

  • cleiton baumgardt

    Boa tarde se eu tenho um MEI,
    e compro por EX: 1000 garrafas de vinho ou qualquer outro produto eu tenho que pagar o ICMS que hoje jira em torno de 17% do valor da compra digamos que eu compre em Santa Catarina e vou revender os produtos no estado do Amazonas.como devo preceder,para não ser barrado em um posto de fiscalização

  • Olá Cleiton,

    A Nota Fiscal do produto serve justamente para transitar com a Mercadoria. Se você compra em Santa Catarina e vai vender no Amazonas, precisará de uma nota fiscal com remetente em SC e destinatário no AM.

    O CFOP que é o código da operação na nota fiscal indicará se o que está ocorrendo é uma venda, uma transferência ou uma remessa de mercadorias.

    Espero ter ajudado

  • Márcio

    Sou profissional autônomo (pessoa física) e presto serviços. Posso receber por RPA (Recibo Pagamento Autônomo), mas alguns clientes PJ insistem que mesmo assim devo emitir nota fiscal. Como posso emiti-la sem ser pessoa jurídica? A RPA no meu caso já não substitui a NF?

  • Olá Márcio,

    Sim, você pode emitir uma nota fiscal caso o município tenha a funcionalidade para profissional autônomo. Duas cidades que tenho certeza que permite são São Paulo e Embu das Artes. Para isso você deve procurar a prefeitura de onde está estabelecido e estar regular com o cadastro de contribuinte municipal.

    Espero ter ajudado,

  • Márcio

    Obrigado, mas me informei na prefeitura aqui de Curitiba e até na Receita do Paraná e vi que PF não tem como emitir nota fiscal… Na Receita estadual a chamada “Nota avulsa” é apenas para MEI e no caso de venda de produto, não serviço. Minha atividade não se enquadra no MEI…

    Mas a RPA no caso não substituiria a nota fiscal?

  • Olá Márcio, boa tarde

    Realmente, de acordo com a LC 73/09 de Curitiba, os Profissionais Autônomos ficam impedidos de emitir NFS-e. Sim, o RPA é o documento para comprovar o pagamento de profissional autônomo neste caso.

    Com relação a Nota Avulsa da Receita Estadual, ele somente serve para Produtos, e não para Serviços que é de competência municipal.

  • Márcio

    Muito obrigado mesmo, me ajudou bastante!
    Sucesso!

  • Olá Márcio, Ok!

    Se tiver alguma dificuldade e precisar abrir uma empresa, entre em contato conosco. Temos planos específicos para atender esse tipo de necessidade.

  • Joseph Melo

    Artigo interessante e esclarecedor, para mim que estou iniciando no ramo de negócios agora.

  • Olá Joseph, obrigado pelo feedback. Continue acompanhando nossos artigos, sempre temos novidades.

  • Melquisedequi Paidosz

    emitir uma nota fiscal antes de entregar o produto,é errado? fere algum principio?

  • Marcos Delmondes

    Boa tarde!!
    Estou entrando em sociedade num salão de cabeleireiros (que presta serviços de cortes e tudo mais para cabelos, sobrancelhas e barbas; serviços de manicure; tratamentos faciais leves / superficiais – limpeza de pele, por ex.; e “quick massage”), cujo faturamento o classifica como empresa do SIMPLES NACIONAL (e não, MEI)…

    Nossa dúvida é: temos mesmo, como alguns dizem (ou não), a obrigação de emitir Nota Fiscal de Serviços (ou qualquer “similar”) para cada cliente que usar nossos serviços – mesmo aquele cliente “eventual”, que “do nada” passa em nossa porta, gosta do preço e/ou do visual do salão, e resolve cortar cabelo ou fazer unhas, por ex. ???

    Agradecendo muito qualquer resposta,

    (falo de SP/Capital)

  • Keila Melo

    Olá!
    Fiz a compra de um produto no valor de R$ 2.000, mas eles não me entregaram nota fiscal no ato da compra alegando que a nota fiscal chegaria em minha casa juntamente com o produto, vinte dias após a compra. No ato da compra só me deram um recibo. Isso está correto?

  • Olá Keila, é isso mesmo, pois a Nota Fiscal deve acompanhar a mercadoria no transporte até a entrega. Somente confira no momento que chegar a mercadoria se a NF está junto.

    Abraços,

  • Olá Marcos, bom dia.

    Sim, conforme relatado no texto, é uma obrigação emitir notas fiscais para qualquer produto ou serviço prestado. Em São Paulo, é permitido que você emita um RPS (Recibo Provisório de Serviço) e depois converta em Notas Fiscais podendo fazer isso em lote.

    Na Legislação Municipal os únicos que não tinha essa obrigação (pois isso mudou neste mês) eram as sociedades de profissionais, que pagam ISS fixo, como é o caso das Sociedades de Advogados e a Sociedade de Médicos. Porém, isso não se aplicava aos Salões de Cabeleireiros e os outros serviços que relatou.

    Já na legislação federal, o MEI é desobrigado a emitir quando presta serviços a Pessoas Físicas, até por isso causa disso, causa essa confusão de alguns dizerem da obrigação ou não em emitir o documento fiscal.

    Espero ter ajudado e ficamos a disposição.

  • Melquisedequi Paidosz

    Preciso de ajuda. É errado uma empresa emitir a nota fiscal antes de entregar o produto?

  • multiclinica saude

    Bom dia , na empresa aonde trabalho terceirizamos serviços na área de segurança e medicina do trabalho , a empresa contrata a prestação de serviço de um engenheiro , é gerado a ART( ANOTAÇÃO RESPONSABILIDADE TÉCNICA) A EMPRESA PAGA PARA O ENGENHEIRO A ART-CREA. POREM DEPOIS É COBRADO DO CLIENTE COMO RESSARCIMENTO , A DUVIDA É DEVO OU NÃO GERAR NOTA FISCAL REFERENTE A RESSARCIMENTO DA ART ?

  • Olá, tudo bem?

    Bem, se o ART está associado ao Serviço que a Clinica presta ao cliente, este pode ser tratado como custo e assim compor a nota fiscal de serviços prestados.

    Espero ter ajudado.

  • Olá,

    O correto é que a nota fiscal transite junto com a mercadoria, do estabelecimento vendedor até o comprador, por isso o momento da emissão é aquele que antecede o transporte ou entrega dela.

    Espero ter ajudado.

  • Pedro Borges

    Bom Dia. Eu trabalho em uma fábrica que produz sua própria mercadoria e a gente atende tanto consumidor final quanto os de revenda. Só que o nosso preço do mesmo produto para o consumidor final é diferente do consumidor para revenda. A gente bate a nota fiscal com preços diferentes para cada cliente e gostaria de saber se isto pode dar algum problema para a empresa. Vale lembrar que o preço diferenciado não é feito na mesma nota fiscal, são em notas fiscais diferentes para clientes diferentes. O valor chega ter diferença de 50% para o mesmo produto.

  • Olá Pedro,

    Aplicar diferentes preços para tipos de consumidores diferentes (atacado e varejo) fazem parte da política comercial e não tem nada de errado com isso.

    Espero ter ajudado

  • Sheila Diniz

    Ola! Trabalho no estabelecimento que emite cupom fiscal para todas as compras. E essa semana um cliente nos procurou dizendo que não recebeu o cupom fiscal e que precisa da Nota Fiscal no nome da empresa que ele trabalha e no dia que ele consumiu na nossa loja pq precisa ser reembolsado do valor. Como faço?pq não consigo emitir esse cupom novamente.

  • Olá Sheila,

    Minha sugestão é que solicite a ele indicar data, hora e valor da compra para que você verifique o Cupom Fiscal emitido para entregar para ele.

  • Marina

    Bom dia, fiz compras com o cartao empresarial para a minha loja, porem muitas lojas me deram cupom fiscal e nao a nota fiscal com o nome da empresa, o que devo fazer?

  • Olá Marina, bom dia.

    O Cupom Fiscal é documento válido para compras realizadas por um consumidor final de forma presencial. No seu caso entendo que você fez compras para Revenda, correto?

    Neste caso no momento da compra você deve falar que você precisa de nota fiscal e que irá revender as mercadorias. Como dica, verifique se existem outros valores e condições de pagamento para o seu caso, já que a relação não é de consumo e sim mercantil.

    Fazendo essa solicitação no momento da compra entendo que será atendida corretamente.

    Fico a disposição,

  • Zenon Arcond

    Boa tarde!
    Sou novo no MEI e já concluí todo processo até junto a prefeitura (Nova Iguaçu- RJ). Gostaria de saber quando devo tributar, ex para um serviço de $1.000,00.
    Obrigado!

  • Olá Zenon, boa tarde

    O MEI paga como tributo uma Guia de Valor Fixo, a DAS. O valor é o mesmo em todos os meses de determinado período fiscal, independente do valor faturado.

    Para emitir a Guia, você deverá acessar o Portal do Empreendedor no link abaixo.

    http://www.portaldoempreendedor.gov.br/mei-microempreendedor-individual/emissao-de-carne-de-pagamento-das

  • Priscila Cristina

    Olá!gostaria de esclarecer uma dúvida.
    Fiz uma troca de aparelho celular em uma empresa ( samsung) onde meu aparelho foi avaliado em 1900, o aparelho que adquiri estava no valor de 3400, assim sendo, paguei o valor da diferença.
    Juntamente com o aparelho comprado na loja ( samsung s7 edge) recebi um brinde ( óculos de realidade virtual) que na loja estava por 699 ….
    Hoje ao mexer e organizar as notas em casa, percebi que o valor da nota emitida do aparelho foi de 2699!!!
    Isso é legal? O valor do ” brinde” ser desckntado no valor do produto que adquiri ???

  • Olá Priscila, bom dia

    A Nota Fiscal deve ser emitida com o valor do produto ou serviço. Em teoria seria o valor de R$ 3.400,00, porém não posso afirmar isso com certeza pois não sei como foram registradas todas as operações, troca, venda e brinde.

    Desta forma a minha sugestão é que procure a empresa para obter mais informações.

    Espero ter ajudado.

  • Priscila Cristina

    Obrigada pela rapidez em seu retorno para esclarecimento em minha dúvida!
    Irei amanhã a secretaria da Fazenda com a nota em maos pra averiguar melhor !
    Grata, e sucesso a sua página

  • Claudia Affonso

    Olá Regina. Muito bom o artigo. Eu tenho uma dúvida. Sou MEI (SIMEI), moro no Rio de Janeiro e vendo doces. Quero vender para pessoas jurídicas e tenho que emitir nota fiscal, essa nota tem que ser a eletrônica, se sim, tem que ter certificado digital? Como posso fazer a emisão de nota fiscal em venda por consignação? Pois esta eu deixo o pooduto na loja e só depois de x dias eu recebo e pego o que não foi vendido. Dou a nota fiscal somente após o recebimento do dinheiro? Se for assim esse tipo de venda tem que ser feito um recibo na entrega do produto?

  • Olá Claudia, bom dia tudo bem? Fico feliz que tenha gostado do artigo.

    Bem no Rio de Janeiro é um pouco diferente de São Paulo, pois aqui o MEI sai do Portal do Empreendedor com o CNPJ e a Inscrição Estadual. Já no Rio de Janeiro o MEI não tem inscrição estadual, o que para mim é um erro já que não dá o mesmo tratamento que aquele das demais empresas.

    No Rio de Janeiro o MEI deve emitir, nos casos que mencionou, Pessoa Jurídica, Revenda, entre outros a Nota Fiscal Avulsa Eletrônica. Para a emissão não é necessário o Certificado Digital. Estou colocando abaixo dois links, um com a página de emissão da NFA-e e outro com uma Cartilha da Sefaz do RJ que esclarece as suas principais dúvidas.

    NFA-e: http://www4.fazenda.rj.gov.br/sefaz-dfe-nfae/paginas/inicio.faces
    Cartilha: http://www.fazenda.rj.gov.br/sefaz/ShowProperty?nodeId=%2FUCMServer%2FWCC312673

    Espero que as informações te ajude

  • Claudia Affonso

    Não sabia que era tão diferente assim…Muito obrigada pelas informações, me ajudaram sim! Abraços.

  • Gilvanildo Almeida

    Olá amigos do CSCG. Muito bom este canal de informações contábil, moro no município de Iaçu estado da Bahia e gostaria de tirar uma dúvida em relação a emissão de nota fiscal avulsa estou prestando serviço como pessoa física a prefeitura devo emitir a nota antes ou depois do serviço prestado.

  • Olá Gilvanildo.

    Normalmente o serviço é realizado e a nota fiscal emitida. Serviços de prazo longo, tem períodos de apuração ou seja presto o serviço durante o mês e emito o documento fiscal.

    Emitir antecipado a prestação é incorreto, pois veja, você nem prestou o serviço.

    Espero ter ajudado,….

  • Hugo Benjamin

    Olá! Muito útil o artigo! Parabéns!

    Gostaria de saber se posso colocar no campo da NF um serviço não especificado pelo meu CNAE, por favor.
    Presto serviço de Publicidade e há vários desdobramentos possíveis em minha atuação, inclusive alguns que possuem CNAE específico.

    Há algum problema se eu discriminar um serviço que, de forma geral, se enquadra no meu CNAE, mas tecnicamente pode se classificar em outro?

  • Olá Hugo.

    Em algumas prefeituras é possível emitir uma nota fiscal avulsa para contemplar uma atividade não prevista e esporádicas. Se for o caso do seu município essa é a melhor saída.

    O correto é ter a nota fiscal, com o serviço adequado que prestou, pois o ISS é calculado a partir dele. Se tiver divergência você pode sofrer uma auditoria fiscal e ter problemas.

  • Winnie Thamyris

    Boa Tarde, trabalho no terceiro setor e como realizamos atividades em lugares de difícil acesso é comum o fornecedor de materiais e equipamentos somente disponibilizarem a NFC, existe algum problema em registrar esse tipo de nota fiscal ou o correto é ele me fornecer a NF modelo 1?

  • Solon Magno Ferreira da Silva

    Deve ser guardada por cinco anos a NF original ou posso usar uma cópia scanneada?

  • Olá Solon, bom dia

    O XML é um arquivo digital. Os demais documentos podem ser guardados físicos ou eletrônicos conforme sua preferência. O ideal se você somente tiver de forma eletrônica é armazenar em mais locais para que não exista o risco de perder.

    Fico a disposição.

  • Olá Winnie, bom dia

    Se a organização do terceiro setor não tiver inscrição estadual, pode se aceitar a NFC nas compras de materiais de consumo. Caso seja um equipamento que integre o imobilizado o ideal é ter a NF-e modelo 55.

    Espero ter ajudado,

  • Renata Re Allves

    No caso da NF eletrônica, paga se alguma taxa em cima de cada nota emitida?

  • Andreia Pereira

    BOA TARDE. MEU ESPOSO TEM MEI E SOMOS NOVOS NESSE RAMO. PRECISAMOS DE MUITA AJUDA. ELE TRABALHA NUMA EMPRESA DE CARGAS PARA TODO O RJ. A EMPRESA “PEDIU” QUE TODOS FIZESSEM O MEI, MAS É A EMPRESA QUE EMITE AS NOTAS FISCAIS EM PRÓPRIO BENEFÍCIO. NAÕ TEMOS NENHUM CONTROLE DAS NOTAS EMITIDAS. E NÃO RECEBEMOS NADA ALÉM DO VALOR DAS CARGAS QUE ELE ENTREGA. AS NOTAS QUE MEU ESPOSO ENTREGA AOS CLIENTES, SÃO DA EMPRESA QUE ELE TRABALHA. TODOS SÃO ANÔNIMOS, TRABALHAM POR CONTA PRÓPRIA. ESTOU MUITO PREOCUPADA. E ESTAMOS COM O MEI ATRASADO E NÃO SABÍAMOS DAS TAXAS MENSAIS. POR FAVOR NOS ORIENTE. OBRIGADA

  • Olá Andreia,

    Quando há subcontratação de transporte, alguns estados permitem que mercadoria transite com o CT-e (Conhecimento de Transporte) da Transportadora contratada. Então pode ser que não exista nada de irregular com relação a nota fiscal da transportadora para o cliente.

    No Rio de Janeiro não há Inscrição Estadual para o MEI, por isso indico que você procure um contador da Região para verificar essa questão das notas em benefício da transportadora.

    Com relação ao MEI indico esse artigo para entender um pouco melhor: https://capitalsocial.cnt.br/direitos-e-obrigacoes-mei-o-micro-empreendedor-individual/

  • Olá Renata,

    A emissão da Nota Fiscal é o fato gerador para apuração de impostos. Então não existe uma taxa da nota fiscal, mas impostos que são apurados de acordo com seu enquadramento tributário.

    Espero ter ajudado

  • Evandro Botelho

    Boa tarde! Muito interessante esses artigos e informações aqui veiculadas. Tenho a seguinte dúvida: ao comprar uma mercadoria via um site de compras, o fiz usando meu cartão de crédito para pagamento em parcelas, num total de 12 parcelas. A nota fiscal eletrônica porém (emitida no estado do Paraná), veio com o valor à vista, menor do que o valor que irei pagar em parcelas. A nfe está correta ou poderiam especificar além do valor à vista, também a informação (no campo “dados complementares), que o pagto se deu via cartão de crédito em 12 parcelas? Eu preciso disso para comprovação e ressarcimento de despesas junto a um Condomínio. Att.,

  • Andreia Pereira

    MUITO OBRIGADA PELA AJUDA

  • Andreia Pereira

    MUITO OBRIGADA PELA AJUDA

  • Olá Evandro,

    Imagino que o parcelamento que realizou no cartão é da operadora e não do comerciante. Se sim, essa forma está correta, pois o valor de juros é pago para a operadora do cartão e não para o comerciante. Para comprovação da despesa junte a nota fiscal e a fatura do cartão.

    Espero ter ajudado

  • Evandro Botelho

    Ok, obrigado.

    Ajudou a esclarecer a questão.

    Att.,

    Evandro Botelho Ribeiro

    Em 6 de junho de 2017 07:54, Disqus escreveu:

  • Paty Dewp WIll Sil

    Óla regina tudo bem!
    minha firma fez alguns serviços para uma empresa.Essa empresa pediu a nota fiscal antes de fazer o pagamento,então mandamos a nota fiscal,só que agora este empresa se recusa a pagar,como faço para receber?

  • Olá Paty,

    O melhor é sempre a saída amigável. Você precisa entender pq a empresa não está te pagando já que o serviço foi executado e a nota emitida, e resolver essa questão.

    Procure saber qual é a pessoa correta (do seu cliente) para falar e resolver, as vezes esse problema de comunicação ocorre por alguém estar intermediando e truncando informação.

    Se não for resolvido você poderá executar ações de cobrança, com comunicação de cobrança, negativação e ação, se for o caso.

    Espero ter ajudado.

  • Paty Dewp WIll Sil

    por incrivel que pareça,e o proprio dono da empresa que se recusa a pagar.

  • Paty Dewp WIll Sil

    Como faço para executar uma ação de cobrança?

  • Lorena Flor De Maio

    Bom dia ,
    Fizemos um venda no domingo e emiti a nota fiscal série D com data de domingo ! Mas a empresa só abre legalmente no final de semana ! Isso dá algum problema ? Emiti nota fiscal com De de domingo ?

  • Olá Lorena, a nota fiscal série D ou modelo 2 é emitida quando há uma venda para um consumidor. Se você abriu o estabelecimento no domingo e emitiu contra uma venda efetuada, não há nenhum irregularidade nisso.

    Abraços,

  • Paty Dewp WIll Sil

    bom dia regina, como faço para executar uma ação de cobrança ou uma negativação?

  • Olá Paty,

    Segue uma sugestão que é gradual nas ações para que você possa esperar alguma reação do devedor.

    Uma cobrança de inadimplente deve intercalar comunicados por e-mails e contatos telefônicos, esgotadas as tratativas a negativação é o próximo passo.

    Para isso você deve procurar empresas de proteção ao Crédito como Serasa e SPC Boa Vista. Eles enviaram uma carta e incluirão uma pendência financeira no cadastro da empresa.

    Se isso não surtir efeito você tem como alternativas procurar uma agência de cobrança ou um advogado para fazer ações de cobrança mais incisivas incluindo cobrança judicial se for o caso.

    Espero ter ajudado.,

  • Helton

    Eu sou MEI, compro produtos na internet para revender, só que na compra a nota fiscal vem no meu cpf, tem como eu revender para meu cliente emitindo a nota do meu CNPJ para o dele? Obrigado!

  • Luciane Moraes

    Me ajuda por favor, estou ajudando uma empresa que vende produtos de segurança. Ela compra a mercadoria de x fornecedor, na NF vem especificando os produtos com ncm, nomenclatura (nome do produto), no momento que transfiro a informação para o meu sistema, posso alterar o nome do produto? Caso seja necessário fazer um NF de devolução, se o produto vier com defeito, tem algum problema?

  • Olá Helton,

    O correto é que você compre através de nota fiscal da empresa. Você pode acertar essa situação com uma nota fiscal de entrada do seu CPF para o CNPJ da empresa.

    Espero ter ajudado

  • Olá Luciane,

    Você pode sim trocar nome e código de produto, porém deve se preocupar se o sistema que utiliza trata essas informações de cadastro para o envio de obrigações fiscais como o SPED.

    Espero ter ajudado,

  • Moro em SP e criei uma MEI, gostaria de saber a melhor forma de gerar notas fiscais? Caso eu tire por NF-e eu pago mais imposto?

    Parabéns pelo artigo!

  • Olá Barbara, bom dia.

    Obrigado pelo feedback do artigo. Se a sua atividade for de serviço a nota fiscal deve ser emitida pelo portal da nota fiscal paulistana (para cidade de São Paulo) http://notadomilhao.prefeitura.sp.gov.br/ já se for um produto ou mercadoria existe a possibilidade emissão de uma nota fiscal online no portal da nota fiscal paulista https://www.nfp.fazenda.sp.gov.br/login.aspx

    Em ambos os casos é necessário solicitar o acesso, e não há impostos adicionais, pois tanto ICMS como ISS já estão na Guia DAS que você paga mensalmente.

    Espero ter ajudado

  • Muito obrigada ajudou sim! No caso eu sou de serviço, eu entro no site e tenho que pegar a senha web e ir até o local para desbloquear? Ou no site da nota fical paulistana eu já consigo emitir sem precisar passar por processo de autorização?

  • Sim, precisa do processo de autorização da senha web.

  • E na hora de cadastrar a pessoa jurídica, ele pede a razão social, eu coloco a mesma da MEI (nome+cpf), ou posso colocar apenas o meu nome?

    Muito muito obrigada pela ajuda! Estava tão perdida.

  • Muito obrigada por toda ajuda, estava mega perdida.

    Por possui uma MEI, eu teria que fazer o cadastrado como pessoa física ou jurídica?

    Caso opte por pessoa jurídica, ele pede a razão social, eu coloco a mesma da MEI (nome+cpf), ou posso colocar apenas o meu nome?

  • Olá Barbara,

    O cadastro deve ser de pessoa jurídica, assim como a razão social deve ser completa.

    Aproveitando, na nossa página de serviços tem um plano especifico para MEI, veja e se interessar entre me contato conosco.

    https://capitalsocial.cnt.br/servicos/

  • Sem dúvida irei fechar com vocês! Além disso, trabalho com blog, e vou indicá-los para outras blogueiras.

    Muito obrigada!