Blog

Home/Impostos | Tributos/7 motivos para abrir uma empresa no MEI e como formalizar seu negócio em apenas 15 minutos (com guia prático)

7 motivos para abrir uma empresa no MEI e como formalizar seu negócio em apenas 15 minutos (com guia prático)

Se listarmos programas de auxilio ao empreendedor que deram certo, com certeza o MEI – Micro Empreendedor Individual estará nas primeiras posições desta lista. Hoje, abrir uma empresa no MEI é a principal porta de entrada para o empreendedorismo. O programa desburocratiza, e contribui com o empreendedor justamente na fase que ele mais precisa, no começo.

Mesmo com todo o sucesso do programa, ainda há muitas pessoas que são donas de seu próprio negócio e trabalham por conta própria que ficam em dúvida se vale a pena ou não se tornar Micro Empreendedor Individual – MEI.

O MEI pode ser a oportunidade de gerar mais negócios com uma empresa formalizada e não se preocupar com a falta de obrigações e possíveis multas.

Está curioso para saber os motivos para ser MEI, vamos a eles! No final um Guia Super Prático para abrir uma empresa no MEI em 15 minutos e começar a ganhar o seu dinheiro legalizado.

1º Motivo: Menor burocracia para abrir uma empresa no MEI

O principal objetivo do MEI é fazer com que os negócios sejam formalizados. A falta de um CNPJ e de emitir Notas Fiscais pode fazer com que você pare de crescer, e fique limitado no seu faturamento.

O programa desburocratiza o processo por completo, e você pode após preencher as informações da sua empresa, sair com o CNPJ na hora.

Para se tornar MEI é muito fácil basta acessar o Portal do Empreendedor na internet. Dentro do portal basta preencher a sua inscrição para o MEI informando alguns dados pessoais e pronto. No final desta artigo tem um Guia para o preenchimento das informações.

O melhor de tudo isso é que é GRÁTIS. Não há custo na abertura da empresa.

 

2º Motivo: Pague poucos tributos

Se o pagamento de tributos é uma dor de cabeça que impede sua formalização, sendo MEI você não vai se preocupar com isso.

Há isenção de impostos federais e redução de taxas e custos. O MEI paga ao município o valor simbólico de R$5,00 como Imposto Sobre Serviços (ISS), além do módico valor de R$1,00 ao Estado, cobrindo-se o Imposto sobre Circulação de Mercadorias (ICMS).

Fora isso, paga um percentual de 5% sobre o salário-mínimo, todo mês, para custear o INSS. (Em 2017, o MEI passa a recolher R$46,85 mensalmente para o INSS.). Todos esses impostos são cobrados em uma única guia chamada DAS.

Para se ter uma comparação, uma empresa de comércio ME no Simples Nacional paga uma alíquota de 4% de impostos, isso dará R$ 200,00 se o faturamento for de R$ 5.000,00 no mês, ou seja, impostos bem acima do que o MEI paga.

Recomendamos para você:  Rotinas e obrigações de uma empresa: O que você precisa saber para não se perder e fazer seu negócio dar certo

3º Motivo: Tenha acesso a benefícios previdenciários

O MEI tem cobertura da Previdência Social em alguns benefícios. Ele pode se aposentar por idade ou por invalidez, receber auxílio-doença e salário-maternidade.

Sua família ainda terá, desde o primeiro pagamento, os benefícios de pensão por morte e auxílio-reclusão.

Você quer se aposentar por tempo de contribuição também? Não tem problema, basta fazer o complemento do INSS para ter acesso a todos os benefícios da Previdência, incluindo aposentadoria por tempo de contribuição.

4º Motivo: Tenha mais facilidade na obtenção de créditos

Facilidade de Obtenção de Crédito

Muitos bancos têm linhas de crédito em condições especiais para o MEI. Além de menores tarifas e taxas de juros, há outras condições de financiamento interessantes.

Se o MEI tiver as informações financeiras organizadas poderá ainda se beneficiar com acesso a mais linhas de crédito e a um custo mais barato, fique atento a isso.

Essa inclusão bancária permite uma melhor separação do que é da Empresa e o que é do Empresário, e isso também ajudará no seu crescimento com as finanças organizadas.

5º Motivo: Seja capaz de passar notas fiscais

O MEI poderá emitir notas fiscais quando realizar vendas ou prestar seus serviços, o que vai melhorar seu relacionamento com fornecedores e clientes.

Isso pois o MEI é visto como um empresário formal e isso trará mais oportunidades de crescimento do seu negócio, uma delas por exemplo é fornecer para o Setor Público ou para Grandes Empresas, já que estes exigem a emissão de documento fiscal.

Um exemplo disto é ter um e-commerce em um Marketplace, as empresas exigem que o empreendedor esteja formalizado e que o produto seja encaminhados com a nota fiscal.

Vale ressaltar que embora o MEI tenha acesso a emissão de Notas Fiscais, ele fica desobrigado caso o cliente seja pessoa física nas operações dentro do seu Estado.

6º Motivo: Tenha um empregado para lhe ajudar

Apesar de o MEI ser um tipo de empresa individual, ele pode registrar um empregado, desde que ele receba salário-mínimo ou o piso da categoria.

Ele paga 3% da remuneração à Previdência Social e 8% sobre o salário-mínimo como FGTS a cada mês, ao passo que o empregado contribui com 8% do salário para a Previdência.

Se o negócio crescer e precisar expandir e contratar novos funcionários o MEI deverá comunicar o seu desenquadramento para o governo.

7º Motivo: Não há formalidades para a escrituração contábil e fiscal

Outra questão na diminuição da burocracia é reduzir algumas formalidades exigidas de outras empresas como a escrituração contábil e fiscal.

A única coisa que o MEI deverá fazer é comprovar, por meio de seu registro de vendas ou prestação de serviços, que seu faturamento anual não é maior do que R$60 mil.

Deve-se entregar ao Fisco (somente) uma declaração, a chamada DASN-Simei, com prazo para o dia 31 de maio de cada ano. Criamos um Passo a Passo de como fazer essa declaração.

Recomendamos para você:  7 medidas práticas para a entrada de investidor ou a venda da empresa (siga e não irá se arrepender!)

Atenção

Mas atenção! Embora dispensado dos livros contábeis, a MEI somente poderá distribuir lucros isentos de imposto de renda para o seu sócio no limite da presunção que é de 8 a 32% do faturamento dependendo do objeto social da empresa no caso de não ter apuração contábil do lucro, por isso muitas vezes se faz necessário a contratação de um escritório de contabilidade. Confira mais sobre esse ponto no Perguntão 169 do IR da Receita Federal.

Além das vantagens acima, abrir uma empresa no MEI resgata a cidadania da pessoa, desenvolvendo sua autoestima e agenciando sua inclusão social. O profissional que se torna um MEI tem muito mais chances de se manter estável no mercado e até de fazer seu negócio crescer.

Quer se formalizar agora no MEI? Vamos lá para o cadastro e comece a gerar negócios com a sua empresa.

Guia Prático – Abrindo a sua empresa no MEI em até 15 minutos

Pronto, vamos abrir uma empresa no MEI? Siga o nosso passo a passo e em menos de 15 minutos você já estará formalizada.

1º Passo – Acesse o Portal do Empreendedor

Todo o processo de formalização é realizado pelo Portal do Empreendedor. Esse site é mantido pelo Governo Federal e existem muitos endereços semelhantes na internet que não são do Portal oficial, é importante ficar atento.

Portal do Empreendedor – http://www.portaldoempreendedor.gov.br/

2º Passo – Verifique se a atividade que vai realizar está entre as permitidas

Antes de iniciar todo o processo e não encontrar a atividade que vai desempenhar minha sugestão e que faça uma verificação prévia se a atividade que pretende realizar está disponível para formalização.

O acesso é pelo Portal do Empreendedor – Menu MEI – Microempreendedor Individual – Opção Atividades Permitidas.

Se preferir acesse por este link as atividades permitidas.

3º Passo – Inicie o processo de formalização

Como mencionei, a formalização se inicia através de um cadastro. O link deste cadastro está logo abaixo.

http://www.portaldoempreendedor.gov.br/mei-microempreendedor-individual/formalize-se

A primeira informação solicitada no formulário é o CPF do Empreendedor e sua data de nascimento. Preencha e clique em Prosseguir

empresa-mei

Será solicitado logo na sequencia, ou informação do recibo de entrega do imposto de renda física caso tenha realizado a declaração ou o título de eleitor.

Preencha e prossiga.

4º Passo – Preencha todos os dados cadastrais

Ao prosseguir, abrirá um formulário para preenchimento de todos os dados cadastrais. Alguns já veem preenchidos como o CPF e Nome Empresarial.

Preencha os outros dados lembrando que com * são obrigatórios.

5º Passo – Selecione a atividade exercida pela empresa

Lembra-se do primeiro passo? Você pesquisou a atividade exercida na lista?

Agora chega a hora de selecionar ela.

Você deverá fazer uma opção para atividade principal e até 15 atividades secundárias.

A atividade principal é a aquela que representa a maior parte do seu negócio em participação no faturamento. Se você não tem a minima ideia sobre quanto irá faturar, deve selecionar aquela atividade de maior dedicação.

Recomendamos para você:  CND: Como não deixar sua (ir)regularidade fiscal prejudicar os negócios

6º Passo – Preencha o endereço e aceite os termos

Informe também seu endereço comercial e residencial. Existe uma opção caso os endereços sejam o mesmo sem que você precise preencher tudo novamente.

Logo abaixo do endereço você deverá ler com atenção todas as declarações necessárias para terminar o processo.

Caso esteja confortável com as declarações, você deve aceita-las e clicar em enviar.

Será solicitada a confirmação dos dados de inscrição logo na sequencia, clique em Enviar.

7º Passo – Emita o certificado do MEI

O certificado do MEI é o seu comprovante de inscrição e de que a empresa está formalizada. Emita o documento e guarde com você. Ele será solicitado em qualquer cadastro que realize no nome da empresa.

Será necessário dele também para abrir uma conta em nome da empresa.

Ele pode ser retirado neste link: http://www.portaldoempreendedor.gov.br/mei-microempreendedor-individual/ccmei

8º Passo – O que fazer depois do cadastro

Depois do cadastro é hora de verificar a sua inscrição Estadual (para empresas de comércio) e a sua inscrição Municipal (para todas as empresas, sendo essencial para empresas de serviços emitirem nota fiscal).

A inscrição Estadual é automática com o cadastro do MEI. Pode demorar algum tempo devido o processamento dos dados. Para conferir se ela está ok basta acessar o site do Sintegra.

Em alguns Estados a inscrição é dispensada como no Rio de Janeiro. É importante verificar na SEFAZ do seu Estado.

A mesma coisa com o CCM (Cadastro de Contribuinte Municipal). Em São Paulo o processo é automático, mas não imediato, leva algum tempo. Na maioria dos municípios é necessário fazer o Cadastro na Prefeitura.

Após o cadastro, deverá ser paga mensalmente a Guia DAS com os impostos.  Essas guias devem ser retiradas pela internet no endereço: http://www8.receita.fazenda.gov.br/SimplesNacional/Aplicacoes/ATSPO/pgmei.app/

Feito tudo isso, sua empresa estará formalizada e pronta para operar. Indico a leitura de outros textos sobre o MEI em nosso site, eles ajudarão a você entender melhor o funcionamento deste enquadramento e cumprir todas as exigências legais. Segue abaixo:

Direitos e obrigações do MEI, o Micro Empreendedor Individual

Quais as diferenças entre MEI, EI, ME e EPP?

MEI deve fazer imposto de renda? Descubra se você precisa e como preencher a declaração passo a passo

7 coisas que você precisa saber antes de se tornar um microempreendedor individual cadastrado

Como fazer a declaração anual do MEI / DASN SIMEI – Um guia passo a passo

E então, que tal se formalizar como MEI e começar a ganhar dinheiro na sua empresa? Compartilhe esse texto em suas redes sociais e vamos ajudar mais pessoas a empreenderem.

Written by

Leandro Oliveira é contabilista e economista formado pela PUCSP. Especialista em Finanças e Projetos Six Sigma, possui mais de 17 anos de experiência nas áreas de Finanças e Contabilidade.

  • Akauã Castanheira

    Olá Leandro, tudo bom?
    Em minhas pesquisas descobri o seu site, parabéns por ele!
    Vê se você pode me ajudar em uma dúvida. Quero virar um MEI, irei comprar produtos alimentícios direto da fábrica para revender aos comércios varejistas (lanchonetes, mercados, padaria, restaurante e etc). Em qual CNAE eu me enquadro nesse caso? Posso ser um MEI nesse ramo ou vai precisar ser ME?
    Obrigado desde já pela ajuda!

  • capitalsocial

    Olá Akauã, tudo bem? Fico feliz que tenha gostado do site. Bem essa atividade é Comercio Atacadista, e infelizmente não está listada como atividade permitida no MEI. Você deve buscar outro enquadramento tributário e como opção há sim o Simples Nacional. O CNAE vai depender do tipo de item, o Grupo de CNAE é o 463 que se refere a “COMÉRCIO ATACADISTA ESPECIALIZADO EM PRODUTOS ALIMENTÍCIOS, BEBIDAS E FUMO”, muito provavelmente o CNAE será o 4639-7/01 mas é preciso entender melhor qual tipo de produto. Fico a disposição caso precise de mais informações.

  • Akauã Castanheira

    Obrigado pela resposta, foi bem esclarecedor. Hoje cedo fui na “sala do empreendedor” na prefeitura da minha cidade e acabei descobrindo que não me enquadro como MEI. Voltei às pesquisas, inclusive aqui no seu site mesmo e vi sobre as opções de ME e EPP que pode ser Simples Nacional, Lucro Presumido e Lucro Real (novamente, muito bom as informações que encontramos aqui). Então no meu caso é o Simples Nacional? De começo irei trabalhar com alimentos do tipo ‘doce’, especificamente ‘doces de leite’ em geral. Como devo proceder agora? Comércio atacadista seria como uma distribuidora então? É possível eu vender para pessoas físicas também?

  • capitalsocial

    Akauã, bom dia. Vamos conversar sobre o seu negócio. No menu agenda há todos os horários disponíveis para falarmos, basta selecionar e marcar um horário, assim podemos dar total atenção as suas dúvidas. Segue o link da agenda. https://capitalsocial.cnt.br/agenda/

  • Akauã Castanheira

    Bom dia. Agendei. Lá escolhi o tipo de compromisso como Skype, o que devo fazer agora para conseguir o contato com vocês pelo Skype no dia agendado? Obrigado!

  • Maickon Dos Anjos

    Minha duvida é a seguinte: Estou abrindo uma empresa de Marketing Digital, qual seria melhor para Mim? MEI, ME ou outro?
    Desde já agradeço

  • capitalsocial

    Olá Maickon, bom dia. A melhor opção para se abrir uma empresa individual é o MEI, o processo de abertura é rápido, a burocracia é menor e os impostos são realmente baixos (a Guia de Imposto Mensal do MEI em 2016 é de R$ 49,00 para atividades de serviços). O único porém são as limitações.

    Uma delas é o faturamento que não pode ultrapassar o valor de R$ 5.000,00 ao mês durante todo o ano fiscal.

    A outra limitação é que nem todas as atividades estão contempladas no MEI, vou dar alguns exemplos de atividades ligadas ao seu ramo que não estão listadas no MEI;

    6319-4/00 – Portais, provedores de conteúdo e outros serviços de informação na internet
    Essa atividade é recomendada para quem divulga banners e publicidade na internet e tem ganhos com o adwords e publicidade online.

    6201-5/02 – Web design
    Recomendado para quem desenvolve site para outras pessoas e empresas.

    Caso você tenha alguma das atividades acima não poderá optar pelo MEI e deverá ser do Simples Nacional.

    Como te dei exemplos de atividades não listadas no MEI, vou fazer o contrario e te dizer algumas que podem optar por essa tributação.

    7319-0/02 – Promoção de vendas e 7319-0/03 – Marketing direto
    Que deve ser utilizada por afiliados de produtos, como aqueles da plataforma Hotmart e Eduzz.

    8599-6/04 – Treinamento em desenvolvimento profissional e gerencial
    Se você for produtor de cursos e ebooks.

    Como o Marketing Digital é bastante amplo, podemos marcar uma conversa para que possamos te ajudar nesse processo. A minha agenda está disponível no link https://capitalsocial.cnt.br/agenda/ basta selecionar o melhor horário para conversarmos via skype.

  • Carolaine

    Boa tarde ,
    Queria tirar algumas dúvidas com você :

    •Quais as vantagens em abrir um MEI em relação aos outros tipos de empresas que podem ser abertos.
    • Como e quanto o contador poderá ganhar com a abertura de um MEI?

    Agradeço desde já ,

    Carolaine Nunes

  • capitalsocial

    Olá Carolaine, boa tarde.

    O texto expõe as vantagens de ser MEI, mas gostaria de destacar duas que eu acho que fazem toda a diferença.

    > O processo de abertura é muito ágil e rápido.
    > Os Impostos são muito baixos, por ex. um Comércio no Simples pagaria 4% de impostos para um faturamento de R$ 5 Mil, ou seja R$ 200.

    Com essas duas vantagens eu acredito que o MEI é a melhor forma de iniciar um negócio se a expectativa não for ultrapassar o faturamento permitido.

    Sobre a abertura, se o escritório de contabilidade for do Simples Nacional ele não poderá cobrar por preencher o formulário do portal do empreendedor para o MEI, isso dará o acesso ao CNPJ.

    Para finalizar, nós acreditamos muito no MEI. Temos a convicção que um MEI bem assessorado por um contador, pode de forma mais fácil e rápida crescer, aumentar o seu faturamento, contratar mais funcionários e se desenvolver, e isso é muito bom.

    Sobre a contabilidade, conforme o texto, embora desobrigado a contabilidade, se o MEI tiver uma assessoria poderá ter mais informações sobre o seu negócio e ainda terá a vantagens de poder distribuir a totalidade do lucro apurado sem imposto de renda na pessoa física.

    Espero ter ajudado.

  • Michael Junior

    Bom dia, muito bom o site, da para tirar bastante duvidas.

    Gostaria de Saber se um Pet Shop, com serviços e vendas pode ser MEI ? e se acontecer de futuramente o faturamento ultrapassar 5mil por mês, automaticamente muda de MEI para outra?

  • Olá Michael, bom dia. Tudo bem?

    Sim, um Pet Shop pode ser optante pelo MEI. Somente não poderá caso funcione como clinica veterinária. Abaixo vou lista as duas atividades, a de serviços e a de comércio permitidas no MEI.

    Serviço – CNAE 96.09­ 2­ 08 ­ Higiene e embelezamento de animais domésticos
    Comércio – CNAE 47.89­ 0­ 04 ­ Comércio varejista de animais vivos e de artigos e alimentos para animais de estimação.

    Com relação ao desenquadramento de MEI, se o excesso de faturamento for até 20% no período fiscal, ou seja até R$ 6.000,00 na média dos meses, você deverá comunicar até o último dia útil do mês seguinte em que ocorrer o fato e será desenquadrado do MEI no ano seguinte.

    Caso ele seja superior a 20% também deverá haver a comunicação até o último dia útil do mês seguinte em que ocorrer o fato e o seu desenquadramento terá efeito retroativo na data de constituição da empresa ou 01.01, devendo efetuar o pagamento através do Simples Nacional.

    Espero ter ajudado.

  • boy

    Olá! Parabéns pelo site. É muito bom. Gostei. A questão é o seguinte, queria saber se além do MEI existe outra modalidade de constituição de empresa que não necessite obrigatoriamente da contratação de um contador?
    Obrigado pela atenção!

  • Olá Boy, bom dia

    A assessoria é muito importante não só na abertura como em outras atividades de gestão da empresa, sugiro que leia nosso artigo “Preciso de Contador? Saiba porque sua empresa precisa de um” para entender melhor o nosso papel e o quanto podemos ajudar. https://capitalsocial.cnt.br/preciso-de-contador/

    Para tanto, indicamos inclusive para o MEI esse tipo de assessoria, embora el não seja obrigado, pois entendemos que os benefícios superam os custos associados a contratação.

    Com relação especificamente a abertura da empresa sem enquadramento no MEI, você pode realizar a abertura sem necessariamente contratar um contador, porém existem livros obrigatórios como o livro diário que somente poderá ser realizado com o auxilio de um profissional habilitado.

  • Roseane Ferreira

    Bom dia sou MEI, fabrico cestos e puffs às vezes, gostaria de saber se posso comprar materias de outro Estado para minha fabricação?

  • Olá Roseana, bom dia

    Sim, você poderá comprar matéria prima de outros Estados para a sua fabricação.

    O único ponto polemico desta questão é o recolhimento do Diferencial de Alíquota nas compras de outros Estados pelo MEI. Os fiscos Estaduais entendem que é devido o recolhimento pelo MEI da diferença entre a alíquota interna do produto (normalmente 18%) e a alíquota interestadual (a que está na nota fiscal de compra, normalmente 4%, 7% ou 12%), se baseando no disposto no inciso VI do § 3º do art. 18-A da Lei Complementar nº 123/06.

    Ficamos a disposição,

  • Roseane Ferreira

    Obrigada, acabei de ler na internet que o MEI tem inscrição Estadual, porém, temos que entrar no site http://www.tenharenda.net para conseguir a Inscrição, será que é valido para o Estado do RJ? O MEI realmente tem inscrição Estadual?

    Enviado do meu smartphone Samsung Galaxy.

    ——– Mensagem original ——–De: Disqus Data: 01/04/2016 10:40 (GMT-03:00) Para: roseanecapler@hotmail.com Assunto: Re: Comment on 7 motivos valiosos para você se tornar um MEI

    Capital Social Contabilidade wrote, in response to Roseane Ferreira:

    Olá Roseana, bom dia

    Sim, você poderá comprar matéria prima de outros Estados para a sua fabricação.
    O único ponto polemico desta questão é o recolhimento do Diferencial de Alíquota nas compras de outros Estados pelo MEI. Os fiscos Estaduais entendem que é devido o recolhimento pelo MEI da diferença entre a alíquota interna do produto (normalmente 18%) e a alíquota interestadual (a que está na nota fiscal de compra, normalmente 4%, 7% ou 12%), se baseando no disposto no inciso VI do § 3º do art. 18-A da Lei Complementar nº 123/06.
    Ficamos a disposição,

    User’s website: https://www.capitalsocial.cnt.br

    Link to comment: http://disq.us/url?impression=4ac1305c-f80f-11e5-afc1-002590f37976&experiment=digests&behavior=click&url=http%3A%2F%2Fcapitalsocial.cnt.br%2F7-motivos-para-se-tornar-mei%2F%23comment-2600538104%3AguYqEsDodOn5Zlnf867A5v5Fufo&type=notification.post.registered&variant=active&event=email

  • Roseane, todo MEI que possui a atividade de venda e industrialização possui a Inscrição Estadual, ela é gerada no momento em que é feito a regularização no portal do empreendedor.

    Para saber o número da sua inscrição entre no site http://www.sintegra.gov.br/ , selecione o seu Estado e preencha as informações para obter a informação direto da Secretaria da Fazendo do seu Estado.

  • Roseane Ferreira

    Ok, muito obrigada! Tenham uma boa tarde!

    Enviado do meu smartphone Samsung Galaxy.

    ——– Mensagem original ——–De: Disqus Data: 01/04/2016 11:40 (GMT-03:00) Para: roseanecapler@hotmail.com Assunto: Re: Comment on 7 motivos valiosos para você se tornar um MEI

    Capital Social Contabilidade wrote, in response to Roseane Ferreira:

    Roseane, todo MEI que possui a atividade de venda e industrialização possui a Inscrição Estadual, ela é gerada no momento em que é feito a regularização no portal do empreendedor.
    Para saber o número da sua inscrição entre no site http://www.sintegra.gov.br/ , selecione o seu Estado e preencha as informações para obter a informação direto da Secretaria da Fazendo do seu Estado.
    User’s website: https://www.capitalsocial.cnt.br

    Link to comment: http://disq.us/url?impression=9aa1af7c-f817-11e5-849c-002590f38886&experiment=digests&behavior=click&url=http%3A%2F%2Fcapitalsocial.cnt.br%2F7-motivos-para-se-tornar-mei%2F%23comment-2600631777%3A_zWTy_YZkFKh9U_6WckQ8_K3e1o&type=notification.post.registered&variant=active&event=email

  • Roseane Ferreira

    Obrigada mais uma vez, mas pelo que leio no site, aqui no Rio de Janeiro, quem é MEI não possui Inscrição Estadual.

    Enviado do meu smartphone Samsung Galaxy.

    ——– Mensagem original ——–De: Disqus Data: 01/04/2016 11:40 (GMT-03:00) Para: roseanecapler@hotmail.com Assunto: Re: Comment on 7 motivos valiosos para você se tornar um MEI

    Capital Social Contabilidade wrote, in response to Roseane Ferreira:

    Roseane, todo MEI que possui a atividade de venda e industrialização possui a Inscrição Estadual, ela é gerada no momento em que é feito a regularização no portal do empreendedor.
    Para saber o número da sua inscrição entre no site http://www.sintegra.gov.br/ , selecione o seu Estado e preencha as informações para obter a informação direto da Secretaria da Fazendo do seu Estado.
    User’s website: https://www.capitalsocial.cnt.br

    Link to comment: http://disq.us/url?impression=9aa1af7c-f817-11e5-849c-002590f38886&experiment=digests&behavior=click&url=http%3A%2F%2Fcapitalsocial.cnt.br%2F7-motivos-para-se-tornar-mei%2F%23comment-2600631777%3A_zWTy_YZkFKh9U_6WckQ8_K3e1o&type=notification.post.registered&variant=active&event=email

  • Realmente, no Rio de Janeiro não há cadastro estadual conforme a SEFAZ, segue cartilha de orientação. http://www.fazenda.rj.gov.br/sefaz/content/conn/UCMServer/uuid/dDocName%3A3320010

    Em São Paulo e em outros Estados há a Inscrição Estadual.

    Abraços,

  • Roseane Ferreira

    Por isso terei que pagar R$ 67, 00 de Campinas para o Rio de Janeiro. Ok muito obrigada novamente.

    Enviado do meu smartphone Samsung Galaxy.

    ——– Mensagem original ——–De: Disqus Data: 01/04/2016 14:05 (GMT-03:00) Para: roseanecapler@hotmail.com Assunto: Re: Comment on 7 motivos valiosos para você se tornar um MEI

    Capital Social Contabilidade wrote, in response to Roseane Ferreira:

    Realmente, no Rio de Janeiro não há cadastro estadual conforme a SEFAZ, segue cartilha de orientação. http://www.fazenda.rj.gov.br/sefaz/content/conn/UCMServer/uuid/dDocName%3A3320010
    Em São Paulo e em outros Estados há a Inscrição Estadual.

    Abraços,

    User’s website: https://www.capitalsocial.cnt.br

    Link to comment: http://disq.us/url?impression=c1cebebe-f82b-11e5-afc1-002590f37976&experiment=digests&behavior=click&url=http%3A%2F%2Fcapitalsocial.cnt.br%2F7-motivos-para-se-tornar-mei%2F%23comment-2600876431%3AAKHBiB5b5idh2sd5WfIZRDxUmis&type=notification.post.registered&variant=active&event=email

  • maycow carneiro

    OLA TENHO UMA SIMPLES DUVIDA EUSOU PINTOR E QUERIA SE TORNA UM MEI MAS SE EU N MOVIMENTAR MEU CNPJ EX:SEI QUE TENHO DIREITOS COMO NOTAS FISCAIS E ETC…MAIS SE EU N OPTAR POR USAR ESTE FUNDAMENTO SO PRA PAGAR O CNPJ E MAS TARDE TER DIREITOS COMO APOSENTADORIA ENTRE OUTROS,SOU OBRIGADO A FAZERRELATORIO MENSAL DAS RECEITAS BRUTAS E DECLARAÇÃO ANUAL SIMPLIFICADA?E COMO FASSO P GERAR ESTES BOLETOS?

  • maycow carneiro

    e queria saber tbm se eu n fizer nda com meu cnpj tipo notas ficais entre outro vou ter algum problema futuramente?e se tem diferença fazer a minha incrição gratuito pelo governo ou com uma acessoria pois eles cobram 150.00 reais?

  • Olá Maycow, o relatório mensal das receitas brutas, a declaração anual do mei, e o pagamento da DAS mensal são obrigações do Micro Empreendedor, portanto é necessário faze-los.

    No Portal do Empreendedor no link a seguir todas essas obrigações estão de fácil acesso através de botões no fim da página. http://www.portaldoempreendedor.gov.br/mei-microempreendedor-individual

  • Olá Maycow, marque uma conversa com o nosso consultor através da agenda, assim ele poderá ter dar orientações dos caminhos a seguir. Para marcar basta entrar em nossa agenda no link https://capitalsocial.cnt.br/agenda/

  • Juh Rodrigues

    Eu queria saber qual é o valor máximo do capital social do MEI, a partir de quanto é considerada ME?

  • Esther Mirian Cardoso Mesquita

    Eu gostaria de criar uma MEI que prestasse serviços como técnicos de meio ambiente, isso é possível? Se sim, em qual profissão liberal eu me enquadraria?

  • Juh, não há nenhuma determinação de limite para o Capital Social que diferencie MEI ou MEI, os limites estabelecidos são referente a Receita Bruta, ou seja o faturamento da Empresa. Para MEI o faturamento limite é de R$ 60.000,00 no ano e para ME o limite é de R$ 360.000,00 no ano.

  • Olá Esther.

    A atividade de consultoria e assessoria em meio ambiente não está listada como disponível para o MEI, muito provavelmente por se tratar de um serviço especializado.

    A lista de atividades permitidas está disponível no link http://www.portaldoempreendedor.gov.br/mei-microempreendedor-individual/atividades-permitidas

    O CNAE (Código Nacional de Atividade Econômica) de Consultoria e Assessoria em Meio Ambiente é o 7490-1/99 e embora não possa ser MEI, ela pode ser ME/EPP optante pelo Simples Nacional.

    Marque uma reunião com a nossa equipe através do link https://capitalsocial.cnt.br/agenda , com certeza nossa equipe de consultores poderão ter ajudar no seu empreendimento.

  • Rick Morais

    Boa tarde! quero abrir uma loja de suplementos alimentares e moda fitnes comprando direto dos fornecedores, eles só vendem assim tendo CNPJ, posso fazer isso sendo apenas MEI ?

  • Sim, pode sim ser MEI. É a melhor forma de iniciar o seu negócio desde que não ultrapasse os limites de faturamento. Se for ultrapassar o limite no primeiro ano, abra já como uma ME/EPP evitando assim algum incomodo.

  • José

    O profissional pode ser um prestador de serviços? Pode aplicar o seu produto? Um técnico (químico), por exemplo.

  • Olá José, sim. O MEI pode ser da área de serviços.

    Você somente precisa verificar se sua atividade está contemplada. Essa informação está no Portal do Empreendedor, segue o link: http://www.portaldoempreendedor.gov.br/mei-microempreendedor-individual/atividades-permitidas

  • Ticy Marques

    Oi, Bom dia… Qual seria a atividade no MEI para Secretária Remota?

  • Olá Ticy. Se você procurou a atividade secretária na lista, provavelmente não encontrou, certo?

    O que recomendo a você é descrever e procurar pelas atividades desempenhadas por uma Secretária Remota.

    Por exemplo, se você entender que essa Secretária desempenha serviços de digitação, há a atividade na lista, sendo ela referente ao CNAE 8211-3/00 SERVIÇOS COMBINADOS DE ESCRITÓRIO E APOIO ADMINISTRATIVO.

    Para entender melhor sobre o que significa o CNAE indico o artigo https://capitalsocial.cnt.br/cnae-como-definir/

    Espero ter ajudado.

  • Augusto

    Boa noite, qual seria a atividade no MEI para quem presta serviços de consultoria/assessoria para outra pessoa física. No caso tenho uma assessoria voltada para reconhecimento de cidadania, faço buscas de documentos aqui no brasil e no exterior, preencho formulários e confiro documentos para serem enviados ao exterior. Já venho utilizando o carnê leão a mais de 1 ano, mas queria abrir um MEI. É possível?

  • Olá Augusto. boa tarde

    Não há nenhuma atividade de Assessoria ou Consultoria disponível para a opção do MEI. A alternativa neste caso, é a abertura de uma Micro Empresa que pode estar enquadrada no Simples ou no Lucro Presumido.

    Digo isso pois as atividades de Assessoria e Consultoria normalmente estão enquadradas na Tabela do Anexo VI, o que por sua vez acaba sendo muito compatível com a tributação do Lucro Presumido.

    Mas antes dessa decisão é necessário explorar melhor o trabalho que realiza para entender se realmente é classificado como uma Assessoria, Consultoria ou outro tipo de serviço, o que fará total diferença na decisão.

    Se precisar, marque uma conversa com nossos consultores para que eles possam te apoiar.

  • Edson Carreiro

    Boa noite! Eu abri o MEI para comércio de bebidas e tenho uma Kombi 2002 no valor de R$ 8.000,00 para transporte que está em meu nome (CPF). Eu posso transferir esse veículo para o MEI? Muito obrigado!

  • Sim, você pode transferir o veículo para o MEI. Você pode utilizar a Kombi como integralização do Capital Social.

  • Amanda Kelly

    Minha duvida é a seguinte: Estou abrindo uma empresa de Brindes Personalizados, qual seria a melhor opção para mim? MEI, ME ou outro?
    Desde já agradeço.

  • Thiago

    Boa noite estou querendo abrir uma pequena vidraçaria mas o meu capital de giro e pouco mais de 2000 é isso é muito pouco pra mi !
    Eu sendo mei quonto tempo eu levaria para eu ter uma linha de crédito? Muito obrigado pela atenção

  • Olá Amanda. bom dia

    Para decidir é necessário que você avalie as caracteristicas do seu negócio. O MEI com certeza é uma boa opção para começar, pois tem um tributo baixo comparados aos demais enquadramentos e uma facilidade para iniciar a empreender.

    Mas para isso, é necessário que não se tenha sócios e que o faturamento esteja dentro do limite de R$ 60 Mil por ano.

  • Olá Thiago,

    Para ter acesso a uma linha de crédito o Banco irá avaliar muito mais elementos do que só a característica da empresa.

    Esses fatores determinaram a sua capacidade de pagamento. Você deve procurar o seu Banco de relacionamento e procurar maiores informações sobre as linhas disponíveis.

    Uma dica é procurar pelos Bancos públicos como Caixa Econômica e Banco do Brasil, normalmente eles possuem produtos específicos para o publico MEI.

  • Thamiris Rodrigues

    Olá tudo bem? Tenho interesse de revender cosméticos e perfumaria, para outras empresas como farmácias etc., Notei que na lista das atividades contempladas pelo MEI só entrar varejista! Teria algum problema se eu comprasse é revendesse para estabelecimentos como farmácias etc?

  • Olá Thamiris, bom dia

    Como você pode perceber a atividade que pretende realizar não é permitida no MEI. Persistir e realizar de forma irregular poderá provocar diversos problemas tributários, como desenquadramentos e presunção de tributos fora do MEI.

    Na parte comercial, as Farmácias mais atentas as estas questões perceberá no cadastro de sua empresa que ela não possui a devida atividade no CNAE e muito provavelmente você perderá vendas.

    Nossa sugestão é que você tenha enquadre a empresa corretamente para evitar problemas futuros.

    Ficamos a disposição,

  • Terapias Compassivas

    Boa noite!
    Sou terapeuta homeopata, terapias quânticas. Além de atender como terapeuta estou comprando alguns equipamentos, como por exemplo, um Analisador Quântico de Ressonância Magnética que faz exames completos por todos os órgãos. Como estou iniciando gostaria de começar de forma mais simples possível e menor custo. Pensei que poderia abrir um MEI, mas não tem terapeuta lá. O que vocês me aconselhariam? LCG

  • Katharina

    Boa tarde!
    Trabalho com vendas de cosméticos, e Joias folheadas, para representantes e gostaria de iniciar meu próprio negocio e formalizar minha inscrição para obter meu cnpj. E também possuir um veiculo para me ajudar! Seria possível pelo meu ramo de trabalho?

  • Olá Katharina, boa tarde.

    Sim, qualquer pessoa pode regularizar a sua empresa. O que pode ocorrer é que você não cumpra os requisitos para ser MEI e tenha que optar por outro enquadramento.

    Um dos requisitos é ter a atividade permitida, você pode pesquisar as atividades no link logo abaixo.

    http://www.portaldoempreendedor.gov.br/mei-microempreendedor-individual/atividades-permitidas

    Espero ter ajudado

  • Olá LCG,

    As atividades não contempladas como MEI, normalmente são permitidas no Simples Nacional (ME / EPP) esse seria o caminho mais natural, abrir como ME ou EPP.

    Com as definições das atividades econômicas da empresa é possível verificar em qual anexo do Simples Nacional sua empresa será enquadrada, o que permitirá saber a alíquota de impostos e principalmente comparar com outros enquadramentos tributários, pois nem sempre o Simples Nacional será a melhor escolha.

    O ideal é que procure um Contador de sua confiança para tratar da abertura de sua empresa, ele irá demonstrar enquadramentos que melhor se encaixam no seu negócio. Ficamos a disposição caso queira tratar da abertura da empresa com os nossos consultores.

  • ELIZEU CAMPOS

    bom dia…..tem uma assistência técnica em manutenção em computadores…..preciso de um capital pra conseguir em frente……qual alternativa deve fazer?

  • Aulas De Arabe

    Boa tarde, gostaria perguntar se eu me registrei no MEI, ainda posso ter trabalho CLT assinada no carteira do trabalho ?
    eu ja trabalho CLT e alem disso faco aulas da linguas e gostaria ver se posso me registrar no MEI sendo que a receita que recibo das aulas esta pouco …. sera que ainda possível e recomendável registrar ? Obrigado

  • Thalita Eglay

    Olá, boa tarde.
    Eu trabalho com vínculo empregatício e nos finais de semana com Assessoria/Decoração/Cerimonial em eventos. Gostaria de me tornar MEI e queria saber se tem restrições por eu ter vínculo empregatício e qual CNAE poderia se enquadrar este serviço. As vantagens de ser MEI superam as de ser ME? E preciso integralizar capital para registrar?

  • Olá Elizeu,

    Primeiro passo é separar a sua demanda por recursos para investimento em máquinas e equipamentos e outros para o giro. Digo isso pois existem linhas para investimentos em máquinas e equipamentos com juros menores nos bancos públicos, como o Proger, além da opção pelo Cartão BNDES.

    Já para demandas de Capital de Giro você poderá procurar Bancos de Desenvolvimento Estaduais, em São Paulo por exemplo tem o Desenvolve SP que oferece linhas de Capital de Giro.

    Espero ter ajudado.

  • Olá, tudo bem?

    Como relação a ser MEI e ter a carteira assinada no regime de CLT, não existem restrições. O único ponto de atenção é que se você não tiver rendimentos no MEI e for demitida, terá alguma dificuldade para sacar o Fundo de Garantia, já que há o entendimento de por se ter a empresa, você possui rendimentos do trabalho.

  • Olá, Thalita, tudo bem?

    Como relação a ser MEI e ter a carteira assinada no regime de CLT, não existem restrições. O único ponto de atenção é que se você não tiver rendimentos no MEI e for demitida, terá alguma dificuldade para sacar o Fundo de Garantia, já que há o entendimento de por se ter a empresa, você possui rendimentos do trabalho.

    Já com relação aos benefícios entre MEI e ME de forma objetiva estão a menor burocracia e o imposto menor. Esses dois pontos deixa menos custoso a manutenção de uma empresa o que facilita você manter o seu negócio.

    Não há exigência de Capital, portanto você deverá integralizar o valor que for adequado para a sua empresa.

    No link abaixo você terá a lista de todas as atividades permitidas.

    http://www.portaldoempreendedor.gov.br/mei-microempreendedor-individual/atividades-permitidas

  • Aulas De Arabe

    Muito obrigado por a resposta,
    pode me explicar mais os dificuldade de sacar o Fundo de Garantia ? se eu posso provar que não tenho rendimento no MEI não deve ser fácil sacar ?
    também dificuldade mas ainda possível ?

    Agradeço já,

  • Olá, boa tarde

    Não consigo me aprofundar nesta questão pois não temos suporte a assuntos de FGTS. Para que você tenha mais informações estou anexando dois links sobre o tema. Espero que ajude.

    http://economia.uol.com.br/empregos-e-carreiras/noticias/redacao/2016/01/26/governo-nega-seguro-desemprego-a-quem-tem-empresa-para-advogados-e-ilegal.htm

    http://www.conjur.com.br/2016-jun-18/socio-empresa-lucros-receber-seguro-desemprego

  • Sidney

    Olá.
    Tenho o MEI e estou pagando 5% de ISS referente ao valor na NF emitida, não deveria ser isento ou pagar apenas o valor simbólico de R$5,00?

  • Olá Sidney, bom dia.

    O MEI paga na DAS paga os impostos como o ICMS para produtos e ISS para serviços. Você precisa verificar se o seu cadastro na prefeitura foi realizado da forma correta.

    Abs

  • Marcel

    Oi,

    Empregado público (BB, Caixa, Petrobras,…) pode abrir um MEI?
    Agradeço desde já.

  • Olá Marcel, bom dia

    Esse tema é polêmico pois a Lei não permite que Servidores Públicos exerçam a atividade empresarial, exceto como sócio cotista sem atuação efetiva ou cargo de administrador. Neste caso você não poderia abrir uma empresa no MEI.

    Por outro lado, há uma discussão sobre o regime de contratação dos funcionários públicos não estatutários, ou seja, estes funcionários não estariam sujeitos ao regime jurídico dos servidores permitindo a atuação como empresário.

    Não temos nenhum caso prático sobre esse tema, então não poderia me posicionar sobre o tema. A sugestão neste caso é que procure um advogado para obter uma certeza jurídica sobre o tema.

    Espero ter ajudado.

  • Luiz Maciel

    Olá!
    Tenho prestado serviço de TI para uma empresa e recentemente me pediram a emissão de uma NF, porém não tenho empresa aberta e gostaria de saber qual seria a melhor opção p/ meu caso.
    Li algo sobre Simples Nacional, MEI, mas não esclareceu muito minhas dúvidas. Qual seria a melhor opção p/ meu caso e tem alguma que me isenta do imposto.

    Grato

  • Olá Luiz, bom dia

    O MEI é a melhor opção caso o faturamento seja de até R$ 5 Mil por mês, ou R$ 60 Mil no ano. A guia da DAS (imposto do MEI) é de R$ 51,85 por mês e fixa, independente do valor do faturamento até o limite acima.

    O problema do MEI é há somente duas atividades previstas ligadas a TI – Instalador de Redes e Técnico de Manutenção de Computador.

    Para um faturamento maior e para atividades mais técnicas como Programação ou Analista de Sistemas, o MEI não é permitido, mas é possível optar pelo Simples Nacional.

    Nas atividades técnicas o Simples Nacional não possui grandes vantagens comparado ao Lucro Presumido, porém é uma opção que traz alguma facilidade de controle, é preciso pensar para escolher corretamente.

    Nossa equipe pode auxiliar você nesta questão, entre em contato conosco, estamos no telefone 11 4149-1703. Aproveito para mencionar que temos um plano de serviços especifico para empresas com essas características, abaixo no link você vai poder observar este plano.

    https://capitalsocial.cnt.br/servicos/

  • André Urpia

    Boa Tarde, Gostei muito dos sites de vcs, Estou querendo abrir uma empresa de Energia solar, saberia me dizer em qual ocupação profissional eu me enquadraria no MEI? E também, sobre o capital social, poderia iniciar com quanto? Pois por enquanto so quero comprar os produtos para fazer a instalação em minha casa e de um amigo. Obrigado

  • Olá André, bom dia

    Que bom que tenha gostado do site. Vamos as suas questões.

    Sobre a atividade, o ideal é que confira no Portal do Empreendedor a atividade que irá desempenhar. Temos um artigo sobre definição de CNAE que com certeza irá ajudar.

    Olhando rapidamente, existem duas indicações de ocupação ELETRICISTA EM RESIDÊNCIAS E ESTABELECIMENTOS COMERCIAIS e ENCANADOR. Os CNAEs associados a estas ocupações são adequados para a instalação de Aquecimento por Energia Solar, seja da parte hidráulica, seja da parte elétrica.

    Com relação ao Capital Social este deve ser o valor do investimento inicial para se iniciar as atividades.

    https://capitalsocial.cnt.br/cnae-como-definir/

    http://www.portaldoempreendedor.gov.br/legislacao/resolucoes/arquivos/ANEXO_XIII.pdf

  • Karina Finato

    Olá, eu e meu namorado pretendemos abrir uma quadra de futebol com grama sintética e gostaria de saber em qual categoria se enquadra.
    No MEI, um de nós será o proprietário e o outro poderá ser empregado, certo? Mesmo que os dois ajam como donos do negócio, correto?

  • André Urpia

    Muito Obrigado mesmo, pela resposta…

  • Olá Karina, bom dia

    Sim. O MEI deve ter um único empresário e é possível contratar um funcionário recebendo um salário minimo ou piso da categoria. Neste caminho você de avaliar, pois ao funcionário cabe como renda somente o salário, ele não poderá receber os lucros do negócio.

    Com relação a sua dúvida fiz uma pesquisa rápida de CNAE (sugiro que você verifique no link abaixo se compreende as atividades da empresa). Ele trata da GESTÃO DE INSTALAÇÕES DE ESPORTES (CNAE 9311-5/00) e não está listado como permitido no MEI.

    O melhor caminho portanto, é se enquadrar no Simples Nacional onde a atividade está no Anexo III, o menor em termos de aliquota para serviços, iniciando o imposto em 6%.

    Ligue para nós teremos uma grande satisfação em poder atender na abertura da empresa e nos serviços contábeis, nosso telefone é 11 4149-1703

    http://goo.gl/gKbXAm

  • maria ines

    boa tarde tenho um apiario e gostaria de estar comercializando o produto abrindo uma MEI seria a solução?

  • Olá Maria Inês, boa tarde

    A atividade de Apicultura não está dentre as permitidas no MEI. Portanto o ideal para ficar regular seria abrir uma ME ou EPP para a atividade.

    CNAE 0159-8/01 APICULTURA

  • Gabriele

    Bom dia,
    Parabéns pelas informações do site.
    Tenho duas dúvidas;
    1. se eu abrir uma MEI com a atividade de Agente de Viagens eu posso depois passar para ME caso no decorrer do ano ela atingir o valor estipulado de R$ 60 MIL/Mês?
    2. na MEI pode ser aberto também Agencia de Viagens e Turismo ou somente Agente de Viagens como consta na lista de atividades permitidas?

  • Magno

    Boa tarde, tenho uma MEI porém pouca coisa pago na minha conta PJ (só o DAS e os custos da CC) . A maioria das movimentações está na pessoa física, preciso declarar como rendimento tributável tudo no IRPF?, alguns sites falam que sim e outros não, apesar da isenção de 32% sobre os serviços a minha parcela de IR somado com a MEI salta para quase 500 R$. Posso abater os custos de transporte e pró-labore do valor tributável que é movimentado na PF?

  • Olá Magno, bom dia

    O Empresário do MEI precisa declarar imposto de Renda PF. O limite da presunção (32%) ocorre por causa da falta de escrituração contábil. Se a empresa tiver um contador não há limitação. Estou incluindo um link aonde falamos da declaração de IRPF.

    Temos um serviço voltado para a sua empresa, ele permitirá distribuir lucros sem o limite de 32%. Veja na aba serviços do site. Ficamos a disposição,

    https://capitalsocial.cnt.br/imposto-renda-mei-irpf/

  • Olá Gabriele, bom dia

    Com relação a sua pergunta, por excesso de faturamento, se ele for de até 20% (R$ 72 Mil para 12 meses), o desenquadramento é no ano posterior, com a diferença de impostos sendo cobradas na DAS de Janeiro de 2018. Já se a empresa exceder 20% de excesso o desenquadramento é no próprio ano retroativo a data de abertura ou em 01º de janeiro.

    Com relação a atividade, no seu CNPJ estará o CNAE 7911-2/00 que é Agências de Viagens. Abaixo o descritivo da atividade.

    Esta subclasse compreende:
    – as atividades de organização e venda de viagens, pacotes turísticos, excursões
    – as atividades de reserva de hotel e de venda de passagens de empresas de transportes
    – o fornecimento de informação, assessoramento e planejamento de viagens para o público em geral e para clientes comerciais
    – as atividades de venda de bilhetes de viagens para qualquer finalidade

    Espero que tenha esclarecida as suas dúvidas e fico a disposição caso precise de um escritório de contabilidade para apoiar sua empresa.

  • Magno

    Muito obrigado pelas explicações, assim que eu atingir um volume de operações adequado passo para contabilidade oficial.

  • Henrique Felix

    Ola boa tarde, tudo bom ? Atuo como desenvolvedor/analista de sistemas e gostaria de abrir o CNPJ para poder emitir NF. O MEI seria o melhor caminho ? Em qual categoria se encaixaria , pois a mais próxima que encontrei no cadastro foi : técnico de computador.

    Desde ja, grato.

  • Olá Henrique, bom dia

    Realmente, as suas atividades de desenvolver e analista de sistemas não estão listadas como possíveis no MEI. Portanto a opção é abrir uma ME/EPP.

    Entre em contato com a nossa equipe, temos experiência no setor de TI e diversos planos e facilidades para esse público. Nosso telefone é 11 4149-1703.

  • Erick Castro

    olá boa noite. eu trabalho com prestação de serviços vendendo espaços publicitários para empresas, eu posso criar uma MEI ?

  • Olá Erick, você deve verificar se a atividade está listada como permitida no portal do empreendedor, segue link abaixo.

    http://www.portaldoempreendedor.gov.br/mei-microempreendedor-individual/atividades-permitidas

  • Erick para contribuir!

    O CNAE 7312-2/00 de Agenciamento de espaços para publicidade, exceto em veículos de comunicação, que imagino ser o seu caso não está listado no MEI.

    Portanto o caminho natural é abrir uma ME. No Simples Nacional a Tabela é do Anexo III.

    Ligue para que nós possamos ajudar na abertura da empresa, fazendo a escolha adequada de CNAEs.